Carta Capital - Economia

É possível se desenvolver só exportando produtos primários?

Canadá, Austrália e Brasil exportam primários, mas só os primeiros avançaram. Um trabalho explica as razões

Os mercados balançam

Os investidores são racionais, mas estão em pânico, advertiram os sábios fake das finanças

Brigas da Uber com a Justiça levam prejuízo da empresa a US$ 4,5 bi

Acusações de assédio, processos trabalhistas e instabilidade regulatória corroeram a receita de 7,5 bilhões de dólares da empresa em 2017

Presença de empresas chinesas no mundo cresceu de 1% para 11% em 5 anos

Crescimento econômico consistente e apoio do governo federal levou a China a expandir a presença global de suas megacompanhias

Facebook e Google, os novos Leviatãs

As gigantes da internet lideram a escalada das multinacionais sobre o Estado e a sociedade

O espetáculo circense de Davos

Não há como não considerar preocupante a conclusão “otimista” do Fórum Econômico Mundial de Davos

Davos e a globalização

Faltam tempo, dinheiro ou lobistas para os participantes concretizarem as políticas que dizem apoiar?

Selic cai, mas corte nos juros não chega ao bolso dos clientes

Apenas agora, com a Selic abaixo dos 7%, spread bancário caiu para o nível de quando os juros básicos eram 14,25%. E lucro dos bancos segue recorde

Após greve, trabalhadores alemães conseguem jornada semanal temporária de 28 horas

Os metalúrgicos poderão cumprir jornada reduzida por até dois anos. Em contrapartida, companhias poderão oferecer contratos de 40 horas a quem desejar

Um retrato dos privilegiados no Brasil

Uma análise das declarações de Imposto de Renda recentemente publicadas pela Receita Federal permite reflexões sobre o enriquecimento no País

Como anda a vida rural no Brasil?

Há investimentos, opiniões e pedidos um tanto questionáveis na área

A Petrobras e a perda de protagonismo na Amazônia

A estatal revê os investimentos e planeja reduzir sua presença na região, em prejuízo da dinâmica econômica dos estados

Maron Abib: “Servi exclusivamente à causa social dos trabalhadores”

O ex-diretor do Sesc responde às críticas de Orlando Diniz, presidente afastado da entidade no Rio de Janeiro

No Brasil, trabalho informal é a nova regra

Emprego sem carteira assinada superou o formal pela vez em 2017. No ano passado foi a informalidade que ditou a recuperação do mercado de trabalho

“Antônio Oliveira Santos é o mais longevo ditador brasileiro”

Orlando Diniz, afastado do comando do Sesc e do Senac no Rio, nega irregularidades em sua administração e se diz vítima do presidente da CNC

A batalha de 1 bilhão de reais

O STJ está prestes a decidir sobre a intervenção no Sesc e no Senac do Rio de Janeiro, uma história de cobiça, desavenças políticas e manipulações

IBGE: desemprego médio atinge 12,7% em 2017, o maior desde 2012

Brasil ainda tem 12,3 milhões de pessoas em busca de trabalho

Qual é o caminho do desenvolvimento?

Resignado com o baixo crescimento, o Brasil deve recompor o Estado e aprender com os desenvolvidos

Devemos comemorar a queda da inflação?

A atual política de redução da taxa de inflação não significa maior poder de compra dos salários, além de não reduzir o desemprego

Emprego formal encolhe no Brasil pelo terceiro ano seguido

Economia brasileira fechou 20.832 postos de trabalho com carteira assinada em 2017. Nos últimos três anos são 2,88 milhões de empregos a menos