voto feminino

Mulheres mais escolarizadas podem decidir a eleição presidencial

Norte-americanas com maior nível de instrução e ainda indecisas podem ter grande peso nas urnas e determinar quem comandará a Casa Branca

Brasil ocupa 161° lugar em ranking de presença feminina no Executivo

Posição é a pior da América LatinaDe 2017 para cá caiu 46 posições