pec 241

Com uma canetada só, Temer manda os recursos da ciência brasileira para o buraco

Com uma canetada só, Temer manda os recursos da ciência brasileira para o buraco

Governo anunciou um corte de 44% no orçamento do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações. Tesoura do presidente virou assunto até na Nature, maior periódico de ciência do mundo.

O golpe e os dez passos para trás

A consumação do impeachment abriu a caixa de Pandora e o atrevimento da casa-grande voltou com força redobrada

O golpe e os dez passos para trás

A consumação do impeachment abriu a caixa de Pandora e o atrevimento da casa-grande voltou com força redobrada

O caráter racista da PEC 55

Cortar investimentos públicos significa manter os negros nos grilhões

Temporão: Tempos sombrios para a saúde pública

Em artigo exclusivo para CartaCapital, o ex-ministro avalia o turvo futuro do Sistema Único de Saúde com o congelamento dos gastos sociais

Neca Setubal: "O Brasil não pode permitir retrocessos na educação"

Para a socióloga, é preciso fugir da falsa dicotomia entre a melhoria da gestão e a necessidade de ampliar o investimento, "ambas necessárias"
A PEC 241/55: redenção ou condenação?, por Helder L. Ferreira e Jefferson S. Fraga

A PEC 241/55: redenção ou condenação?, por Helder L. Ferreira e Jefferson S. Fraga

Categoria: Tributos O principal efeito colateral da PEC é retirar da discussão as receitas. O Brasil tem uma das cargas tributárias mais elevadas do mundo em desenvolvimento, próxima da média dos

A "fada da confiança" não vai resolver a crise

Não adianta convocar essa entidade para reverter na lábia a desaceleração do consumo e da produção

A "fada da confiança" não vai resolver a crise

Não adianta convocar essa entidade para reverter na lábia a desaceleração do consumo e da produção

"É preciso refletir sobre a racionalização dos gastos no Brasil"

Não basta reduzir despesas, mas é preciso tornar o orçamento mais eficiente para melhorar as políticas públicas, diz brasileiro professor de Cambridge

"É preciso refletir sobre a racionalização dos gastos no Brasil"

Não basta reduzir despesas, mas é preciso tornar o orçamento mais eficiente para melhorar as políticas públicas, diz brasileiro professor de Cambridge

Aprovada pelo Senado, PEC dos Gastos Públicos é alvo de protestos pelo País

Foram registrados atos em 12 estados. Em Brasília, houve confronto na Esplanada. Em SP, manifestantes tentaram invadir prédio da Fiesp

Aprovada pelo Senado, PEC dos Gastos Públicos é alvo de protestos pelo País

Foram registrados atos em 12 estados. Em Brasília, houve confronto na Esplanada. Em SP, manifestantes tentaram invadir prédio da Fiesp
Saiba o que muda com a aprovação final da PEC do Teto dos Gastos Públicos

Saiba o que muda com a aprovação final da PEC do Teto dos Gastos Públicos

O Senado aprovou em segundo turno, a PEC do Teto dos Gastos Públicos Antonio Cruz/ Agência Brasil O Senado Federal aprovou nesta terça-feira (13), por 53 votos a favor e 16 contra, o texto final da

PEC 55, que congela gastos sociais, é aprovada em 2º turno no Senado

Votaram a favor da medida 53 senadores, oito a menos que no primeiro turno. O texto deve ser promulgado por Renan Calheiros na quinta-feira 15

PEC 55, que congela gastos sociais, é aprovada em 2º turno no Senado

Votaram a favor da medida 53 senadores, oito a menos que no primeiro turno. O texto deve ser promulgado por Renan Calheiros na quinta-feira 15

"Toda uma geração está condenada", diz relator da ONU sobre a PEC 55

Relator das Nações Unidas para Pobreza Extrema afirma que nenhum governo poderia restringir os gastos de gestões futuras

"Toda uma geração está condenada", diz relator da ONU sobre a PEC 55

Relator das Nações Unidas para Pobreza Extrema afirma que nenhum governo poderia restringir os gastos de gestões futuras

PEC 55 é "erro histórico" que provocará "retrocesso social", diz ONU

Para Philip Alston, relator da ONU para pobreza extrema, o texto, prioridade de Temer, é uma "medida radical, desprovida de toda nuance e compaixão"

PEC 55 é "erro histórico" que provocará "retrocesso social", diz ONU

Para Philip Alston, relator da ONU para pobreza extrema, o texto, prioridade de Temer, é uma "medida radical, desprovida de toda nuance e compaixão"