liberalismo

A esquerda e a tentação liberal

Não se pode mais subestimar o papel do Estado como organizador da vida política, social e econômica

A esquerda e a tentação liberal

Não se pode mais subestimar o papel do Estado como organizador da vida política, social e econômica

Requião: "O Brasil precisa de um New Deal"

Se deseja crescer com soberania, o País deve rejeitar o projeto de Estado mínimo e inspirar-se em Roosevelt e Vargas, afirma o senador

Requião: "O Brasil precisa de um New Deal"

Se deseja crescer com soberania, o País deve rejeitar o projeto de Estado mínimo e inspirar-se em Roosevelt e Vargas, afirma o senador

Na Europa, o liberalismo toma um caminho suicida

O centro-direita propor o thatcherismo como alternativa ao populismo em pleno 2016 é uma jogada perigosa

O imposto de renda do Brasil no tempo: da progressividade ao liberalismo, por Róber Iturriet Avila e João Batista Santos

Categoria: Tributos A partir dos militares ocorreu redução da progressividade tributária e, na década de 1980, firmou-se a concepção de que a renda deveria ser tributada linearmente e o capital
Nós, Daniel Blake

Nós, Daniel Blake

Que um filme na primeira pessoa do singular esteja sendo aclamado pelas almas coletivistas de esquerda e suscite identificação, por si só já é indício da façanha de Eu, Daniel Blake. O filme
A carne é fraca e o Estado é grande

A carne é fraca e o Estado é grande

A Operação Carne Fraca é mais que uma batida policial em frigoríficos: ela expõe os corruptos incentivos que políticos e grandes empresários têm para defenderem o controle estatal da economia em troca
A carne é fraca e o Estado é grande

A carne é fraca e o Estado é grande

A Operação Carne Fraca é mais que uma batida policial em frigoríficos: ela expõe os corruptos incentivos que políticos e grandes empresários têm para defenderem o controle estatal da economia em troca

A volta à colônia

Alguém tem coragem de afirmar que o Brasil pode ser próspero exportando apenas alimentos e matérias-primas?

A volta à colônia

Alguém tem coragem de afirmar que o Brasil pode ser próspero exportando apenas alimentos e matérias-primas?

Zumbis no comando

Os neurônios do presidente da República não registram os sinais do descontentamento popular

Zumbis no comando

Os neurônios do presidente da República não registram os sinais do descontentamento popular

Por que ser contra o pagamento do ensino universitário público?

Categoria: Educação Foto: Reprodução Por Roberto Kraenkel O pagamento de mensalidades pelo ensino universitário público no Brasil sempre vem à tona quando as universidades enfrentam problemas
O fim da História chega à América Latina (mas já está de partida)

O fim da História chega à América Latina (mas já está de partida)

O liberalismo, como corrente política e econômica, começa a maturar no final do século XVIII. Entre 1776 e 1789, publica-se A Riqueza das Nações de Adam Smith, o texto fundamental do liberalismo
O fim da História chega à América Latina (mas já está de partida)

O fim da História chega à América Latina (mas já está de partida)

O liberalismo, como corrente política e econômica, começa a maturar no final do século XVIII. Entre 1776 e 1789, publica-se A Riqueza das Nações de Adam Smith, o texto fundamental do liberalismo

'Liberal', MBL oscila entre o Estado mínimo e o conservadorismo moral

Boicote à exposição Queermuseu, que aborda diversidade sexual, aponta avanço do Movimento Brasil Livre sobre a moral e os costumes

'Liberal', MBL oscila entre o Estado mínimo e o conservadorismo moral

Boicote à exposição Queermuseu, que aborda diversidade sexual, aponta avanço do Movimento Brasil Livre sobre a moral e os costumes
O passado nunca foi tão atual quanto hoje

O passado nunca foi tão atual quanto hoje

Parece cada vez mais claro que a ideia de que a humanidade esteja condenada ao progresso é só mais um vício mecanicista do século XIX, uma fé das religiões seculares.Adam Smith (1776) tinha uma visão
O passado nunca foi tão atual quanto hoje

O passado nunca foi tão atual quanto hoje

Parece cada vez mais claro que a ideia de que a humanidade esteja condenada ao progresso é só mais um vício mecanicista do século XIX, uma fé das religiões seculares.Adam Smith (1776) tinha uma visão