jerome powell

Trump nomeia Jerome Powell para presidente do Fed, Banco Central dos EUA

A atual presidente, Janet Yellen, não teve o mandato renovado
Foco do governo agora é preencher vagas do Fed, diz Mnuchin

Foco do governo agora é preencher vagas do Fed, diz Mnuchin

Segundo o secretário do Tesouro, Trump esteve muito envolvido na escolha do presidente do Fed e o objetivo agora é preencher as vagas restantes rapidamente

As almas arrependidas da desregulação dos bancos

O mea-culpa tardio de Olivier Blanchard e Lawrence Summers, corifeus da velha matriz econômica

As almas arrependidas da desregulação dos bancos

O mea-culpa tardio de Olivier Blanchard e Lawrence Summers, corifeus da velha matriz econômica
Próximo chair do Fed promete resposta “decisiva” a qualquer crise

Próximo chair do Fed promete resposta “decisiva” a qualquer crise

Powell, atualmente membro do Conselho de diretores do Fed, foi nomeado por Trump para substituir Janet Yellen
Cinco temores de uma economia global forte

Cinco temores de uma economia global forte

A economia mundial iniciou 2018 mais firme do que muitos economistas e investidores ousavam imaginar
Novo presidente do Fed quer mais informalidade e imediatismo

Novo presidente do Fed quer mais informalidade e imediatismo

Jerome Powell, que assumiu o cargo em 5 de fevereiro, é leitor voraz de pesquisas econômicas mas não tem Ph.D em Economia, como seus antecessores

BC dos EUA sobe taxa de juros em 0,25 p.p pela 2ª vez no ano

Decisão está dentro do esperadoFed diz que monitora economia4ª alta neste ano não é descartada
Há “vários anos” de emprego forte e inflação baixa à frente, diz Powell

Há “vários anos” de emprego forte e inflação baixa à frente, diz Powell

Chairman do Federal Reserve sinalizou não apenas que acredita que economia está indo bem, mas que uma era de crescimento estável pode continuar
EUA crescem 4,1% no segundo trimestre, o melhor resultado em quase quatro anos

EUA crescem 4,1% no segundo trimestre, o melhor resultado em quase quatro anos

Atividade econômica americana se recupera com solidez. “O ritmo é incrível”, avaliou o presidente, “somos a inveja econômica do mundo”.