indústria da construção

Indústria da construção volta a cair em ritmo maior, diz CNI

A atividade e o emprego na indústria da construção caíram de forma mais intensa em outubro, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O índice do nível de atividade atingiu 40 pontos no mês

Indústria da construção volta a cair em ritmo maior, diz CNI

A atividade e o emprego na indústria da construção caíram de forma mais intensa em outubro, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O índice do nível de atividade atingiu 40 pontos no mês
CNI: indústria da construção teve queda menos intensa em março

CNI: indústria da construção teve queda menos intensa em março

Pesquisa diz que indústria da construção teve queda em março quando houve demissão de trabalhadoresTomas Silva/Agência Brasil/ A atividade na indústria da construção teve queda menos intensa em março.
CNI: indústria da construção teve queda menos intensa em março

CNI: indústria da construção teve queda menos intensa em março

Pesquisa diz que indústria da construção teve queda em março quando houve demissão de trabalhadoresTomas Silva/Agência Brasil/ A atividade na indústria da construção teve queda menos intensa em março.
Pesquisa da CNI diz que indústria da construção está menos pessimista

Pesquisa da CNI diz que indústria da construção está menos pessimista

Índice de número de empregados da construção civil subiu de 41,8 pontos em junho para 42,6 em julho Agência Brasil/ Tomaz Silva Mesmo com a retração da atividade e a alta ociosidade no setor, as
Pesquisa da CNI diz que indústria da construção está menos pessimista

Pesquisa da CNI diz que indústria da construção está menos pessimista

Índice de número de empregados da construção civil subiu de 41,8 pontos em junho para 42,6 em julho Agência Brasil/ Tomaz Silva Mesmo com a retração da atividade e a alta ociosidade no setor, as
Indústria da construção usa 57% da capacidade em março

Indústria da construção usa 57% da capacidade em março

A indústria da construção utilizou 57% da capacidade de operação em março, deixando 43% das máquinas, dos equipamentos e do pessoal parados, de acordo com a Sondagem Indústria da Construção divulgada