Nothing was found on your request

grupo de lima

Países do chamado Grupo de Lima não reconhecem Constituinte venezuelana

Os governos do Brasil, Argentina, Canadá, Chile, México e de outros sete países americanos condenaram a decisão da Assembleia Constituinte da Venezuela de assumir a função de legislar no lugar do

Grupo que reúne 12 países pede auditoria urgente de eleição na Venezuela

Os governos do chamado Grupo de Lima, formado por 12 países da América, incluindo o Brasil, divulgaram hoje (17) um comunicado pedindo a realização urgente de uma auditoria independente na eleição da

Grupo de Lima pede que ONU atue para conter crise na Venezuela

O Grupo de Lima pediu ao secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, para que atue visando conter a crise humanitária na Venezuela. O pedido foi feito através dos

Grupo de Lima condena decisão do governo venezuelano de antecipar eleições

O Brasil e mais 13 países do continente americano condenaram a decisão do governo venezuelano de realizar até o próximo dia 30 de abril as eleições presidenciais venezuelanas, inicialmente previstas

Líderes pedem garantias de que eleição na Venezuela seja justa e democrática

Os chefes de Estado e de Governo do Grupo de Lima, formado por 14 países das Américas que se opõem politicamente à administração de Nicolás Maduro, além do primeiro ministro das Bahamas e do

Brasil e mais 13 países vão convocar embaixadores venezuelanos

O Brasil e mais 13 países ( Argentina, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Guiana, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Peru e Santa Lúcia) que integram o Grupo de Lima, formado com o

Brasil, EUA e mais 13 países americanos rejeitam reeleição de Maduro

Cuba, Rússia e a Bolívia aceitaram o resultado

Argentina e mais 5 países ameaçam impor sanções à Venezuela

Representantes da Argentina e de mais cinco países (Austrália, Canadá, Chile, Estados Unidos e México) emitiram hoje (21) comunicado em que se dizem dispostos a estabelecer “medidas políticas,

Brasil e mais 11 países condenam repressão política na Venezuela

O Brasil e mais 11 países (Argentina, Canadá, Colômbia, Costa Rica, Chile, Guatemala, Guiana, Honduras, México, Panamá, Paraguai e Peru), que formam o chamado Grupo de Lima, emitiram declaração hoje

Países latino-americanos condenam intervenção militar na Venezuela

O Grupo de Lima, que reúne países latino-americanos incluindo o Brasil, condenou qualquer ação ou declaração que "implique uma intervenção militar ou o exercício da violência, a ameaça ou o uso da

Brasil discute em Lima agravamento da crise na Venezuela

O agravamento da crise na Venezuela e a fuga de imigrantes para países vizinhos são os temas da reunião do Grupo de Lima hoje (4), na capital do Peru. O ministro das Relações Exteriores, Ernesto

Grupo de Lima recomenda que Maduro transfira poder para o Parlamento

O Grupo de Lima, formado pelo Brasil e mais 13 países, defendeu hoje (4) que o presidente reeleito da Venezuela, Nicolás Maduro, não assuma no próximo dia 10 e transfira o poder para a Assembleia

Grupo de Lima recomenda que Maduro transfira poder para o parlamento

É formado por Brasil e mais 13 paísesMaduro assume cargo em 10 de janeiro
Assembleia Nacional quer evitar mais um mandato de Maduro na Venezuela

Assembleia Nacional quer evitar mais um mandato de Maduro na Venezuela

Após ser eleito presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, o deputado Juan Guaidó, do Partido Vontade Popular, disse hoje (5) que o Parlamento vai atuar para impedir mais um mandato do presidente

Parlamento venezuelano declara novo mandato de Maduro ilegítimo

Grupo de Lima pede saída do presidenteMaduro foi reeleito para mandato até 2025

Parlamento venezuelano diz que novo mandato de Maduro é ilegítimo

Grupo de Lima pede saída do presidenteMaduro foi reeleito para mandato até 2025

Peru proíbe Maduro e equipe de governo venezuelano de entrar no país

Não reconhece a reeleição na VenezuelaAssim como o Brasil e outros 12 países

Venezuela questiona Grupo de Lima, contrário à reeleição de Maduro

O governo da Venezuelça protestou hoje (9) oficialmente contra a posição do Grupo de Lima, que reúne 15 países, incluindo Brasil, de não reconhecimento do terceiro mandato do presidente venezuelano,