gilvan macedo dos santos

Adeus, mano velho

O diálogo exige escuta. Quem realmente quer conversar não tutela, não insiste em ser voz dominante, não se ressente com outras vozes e não atrapalha