equilibrio

Encarar pensamentos negativos é imprescindível para a felicidade

Encarar pensamentos negativos é imprescindível para a felicidade

​​​​​​Encontre seu ponto de partida.Líderes estão em seu ápice quando equilibrados, relaxados e felizes. Ser feliz é nossa natureza vital. Então, por que a felicidade é tão fugaz e ilusória?, você
Encarar pensamentos negativos é imprescindível para a felicidade

Encarar pensamentos negativos é imprescindível para a felicidade

​​​​​​Encontre seu ponto de partida.Líderes estão em seu ápice quando equilibrados, relaxados e felizes. Ser feliz é nossa natureza vital. Então, por que a felicidade é tão fugaz e ilusória?, você
‘O nazismo e o fascismo não foram tão ruins assim’: O que estamos fazendo com nossa memória?

‘O nazismo e o fascismo não foram tão ruins assim’: O que estamos fazendo com nossa memória?

"Ainda me choco (ou sou levado às lágrimas) quando sou confrontado com as atrocidades dos meus antepassados", afirma ao HuffPost Brasil o editor alemão Timon Muerer, de 37 anos, ao ser perguntado
‘O nazismo e o fascismo não foram tão ruins assim’: O que estamos fazendo com nossa memória?

‘O nazismo e o fascismo não foram tão ruins assim’: O que estamos fazendo com nossa memória?

"Ainda me choco (ou sou levado às lágrimas) quando sou confrontado com as atrocidades dos meus antepassados", afirma ao HuffPost Brasil o editor alemão Timon Muerer, de 37 anos, ao ser perguntado
A escuta atenta salva vidas

A escuta atenta salva vidas

Nancy havia tentado tirar a própria vida mais de uma vez e sua postura indicava que estava longe de desistir da ideia. Até o dia em que o psiquiatra da clínica de prevenção ao suicídio precisou
A escuta atenta salva vidas

A escuta atenta salva vidas

Nancy havia tentado tirar a própria vida mais de uma vez e sua postura indicava que estava longe de desistir da ideia. Até o dia em que o psiquiatra da clínica de prevenção ao suicídio precisou
Vale a pena viver, diante do absurdo da morte?

Vale a pena viver, diante do absurdo da morte?

Quando eu era pequeno, tinha muito medo da morte. Será que alguém não tem?A morte é um desses conceitos que vêm pouco a pouco à consciência e, de repente, a gente sabe que ela existe sem nunca ter se
Vale a pena viver, diante do absurdo da morte?

Vale a pena viver, diante do absurdo da morte?

Quando eu era pequeno, tinha muito medo da morte. Será que alguém não tem?A morte é um desses conceitos que vêm pouco a pouco à consciência e, de repente, a gente sabe que ela existe sem nunca ter se
4 maneiras de se combater o suicídio

4 maneiras de se combater o suicídio

Atentar contra a própria vida é um dos atos mais violentos que um ser humano pode levar a cabo. Muitas vezes não nos damos conta, mas no suicídio há não só o lamento do tirar a própria vida, mas
4 maneiras de se combater o suicídio

4 maneiras de se combater o suicídio

Atentar contra a própria vida é um dos atos mais violentos que um ser humano pode levar a cabo. Muitas vezes não nos damos conta, mas no suicídio há não só o lamento do tirar a própria vida, mas
'Cuidar das pessoas faz com que elas vivam mais': O olhar de uma médica sobre pacientes à beira da morte

'Cuidar das pessoas faz com que elas vivam mais': O olhar de uma médica sobre pacientes à beira da morte

Quando a vida acabar, o que cada um de nós terá deixado pra trás?Não parecia intencional que John Marcher, o protagonista do belo romance A Fera na Selva, de Henry James (The Beast in the Jungle,
'Cuidar das pessoas faz com que elas vivam mais': O olhar de uma médica sobre pacientes à beira da morte

'Cuidar das pessoas faz com que elas vivam mais': O olhar de uma médica sobre pacientes à beira da morte

Quando a vida acabar, o que cada um de nós terá deixado pra trás?Não parecia intencional que John Marcher, o protagonista do belo romance A Fera na Selva, de Henry James (The Beast in the Jungle,
O desconcertante experimento de Milgram sobre o comportamento humano

O desconcertante experimento de Milgram sobre o comportamento humano

Em 1962, 40 homens entre 20 e 50 anos participaram voluntariamente de uma pesquisa na Universidade de Yale, nos EUA, sobre a punição como método de aprendizagem. Em duplas, um dos participantes atuava
O desconcertante experimento de Milgram sobre o comportamento humano

O desconcertante experimento de Milgram sobre o comportamento humano

Em 1962, 40 homens entre 20 e 50 anos participaram voluntariamente de uma pesquisa na Universidade de Yale, nos EUA, sobre a punição como método de aprendizagem. Em duplas, um dos participantes atuava
Tudo que você sempre quis saber sobre terapia e análise pela internet

Tudo que você sempre quis saber sobre terapia e análise pela internet

"Quando vim morar na Cidade do México, em 2015, interrompi a terapia presencial que fazia em São Paulo. Meu espanhol era meio capenga e decidi que não queria fazer terapia em outro idioma. Aí minha
Tudo que você sempre quis saber sobre terapia e análise pela internet

Tudo que você sempre quis saber sobre terapia e análise pela internet

"Quando vim morar na Cidade do México, em 2015, interrompi a terapia presencial que fazia em São Paulo. Meu espanhol era meio capenga e decidi que não queria fazer terapia em outro idioma. Aí minha
Por que os jovens universitários estão tão suscetíveis a transtornos mentais?

Por que os jovens universitários estão tão suscetíveis a transtornos mentais?

No meio do caminho, tinha uma crise nervosa. Gastrite corroendo o estômago a ponto de tirar a fome e levar a intensos enjoos, seguidos de vômito. Nessa estrada, prazos curtíssimos se atropelavam com a
Por que os jovens universitários estão tão suscetíveis a transtornos mentais?

Por que os jovens universitários estão tão suscetíveis a transtornos mentais?

No meio do caminho, tinha uma crise nervosa. Gastrite corroendo o estômago a ponto de tirar a fome e levar a intensos enjoos, seguidos de vômito. Nessa estrada, prazos curtíssimos se atropelavam com a
'É preciso acolhê-las': O que o caso de Janaúba nos lembra sobre o luto infantil

'É preciso acolhê-las': O que o caso de Janaúba nos lembra sobre o luto infantil

Pedro Lucas Dias tem apenas dois anos e cinco meses de idade. O pequeno ainda está aprendendo a falar, mas, entre as poucas palavras que conhece, existe uma que ganhou um significado assustador: fogo.
'É preciso acolhê-las': O que o caso de Janaúba nos lembra sobre o luto infantil

'É preciso acolhê-las': O que o caso de Janaúba nos lembra sobre o luto infantil

Pedro Lucas Dias tem apenas dois anos e cinco meses de idade. O pequeno ainda está aprendendo a falar, mas, entre as poucas palavras que conhece, existe uma que ganhou um significado assustador: fogo.