crítica filmes

Ad Astra, um retorno ao coração das trevas

Ad Astra, um retorno ao coração das trevas

Há mistério, tensão, muitos perigos, tristeza e surpresas no longa que conta a viagem espacial desse homem abalado em busca do pai
‘Yesterday’, um filme para assistir com um sorriso nos olhos

‘Yesterday’, um filme para assistir com um sorriso nos olhos

Passo grande parte do filme com um sorriso na boca e nos olhos: que imenso prazer embeber-se das canções geniais de Lennon e McCartney
Crítica | ‘A última loucura de Claire Darling’: Os trastes da memória

Crítica | ‘A última loucura de Claire Darling’: Os trastes da memória

Tudo flui com a naturalidade de um rio da existência onde a dor e o ardor habitam um único tempo
Nem precisa de neuralizador

Nem precisa de neuralizador

A franquia revive sem seus rostos mais célebres e sem o tradicional Barry Sonnenfeld à frente. E, longe de se entregar à originalidade, prefere não arriscar
‘Hellboy’, uma festa endiabrada

‘Hellboy’, uma festa endiabrada

Onde o diretor Guillermo del Toro arrancava poesia, Marshall extrai ruído e delírio, mas as mudanças estão sempre a serviço de um prazer sem preconceitos
Adeus, boneco

Adeus, boneco

Não há muitas surpresas em 'Pokémon: Detetive Pikachu', mas alguns pontos altos da imaginação e, acima de tudo, uma certa honestidade artesanal sob o volume das chamativas imagens artificiais
Regresso à pureza do coração

Regresso à pureza do coração

O filme que estreou ontem no Brasil é um trabalho que se esforça todo o tempo para defender a própria personalidade singular, mas não pode evitar totalmente os perigos
‘Dumbo’, a animação em carne e osso

‘Dumbo’, a animação em carne e osso

O esforço de imaginação dos produtores, especificamente da Disney, para continuar alimentando seus cofres alquebrados encontrou faz tempo uma ideia rentável
Crítica | ‘Dor e Glória’: Imune à sua dor e a alguns lampejos de glória

Crítica | ‘Dor e Glória’: Imune à sua dor e a alguns lampejos de glória

Admitindo a identificação que podem me causar os universos centrados na perda e no sofrimento, não consigo que o cineasta encarnado por Banderas revire minha alma nem pouco, nem muito, nem nada
Sozinha contra o sistema

Sozinha contra o sistema

Uma cinebiografia talvez seja a segunda melhor opção – na falta de um musical da Broadway - para coroar a transformação da juíza Ruth Bader Ginsburg em ícone pop
Crítica | ‘Poderia me perdoar?’: A vocação da modéstia

Crítica | ‘Poderia me perdoar?’: A vocação da modéstia

O ponto alto são as poderosas interpretações de Melissa McCarthy e Richard E. Grant, ambos candidatos ao Oscar
A beleza dos amores difíceis

A beleza dos amores difíceis

Pawel Pawlikowski tem a capacidade de criar imagens inesquecíveis
Crítica | ‘Se a Rua Beale Falasse’: Amor supremo

Crítica | ‘Se a Rua Beale Falasse’: Amor supremo

A escrita visual se coloca a serviço de algo tão intangível quanto seu coração neste candidato ao Oscar de melhor roteiro adaptado
Crítica | ‘Green Book’: Já sei, mas funciona

Crítica | ‘Green Book’: Já sei, mas funciona

Indicado ao Oscar de melhor filme e eleito melhor comédia no Globo de Ouro, ‘Green Book’ aposta em uma fórmula segura, quase sempre infalível
Crítica | ‘Vice’: A política é uma farsa

Crítica | ‘Vice’: A política é uma farsa

O ponto crucial de todo o filme está no recurso da inserção: planos alheios à ação principal, que levam o discurso até uma nova e fascinante dimensão metafórica e humorística
Crítica | ‘A Favorita’: Pela sedução ao poder

Crítica | ‘A Favorita’: Pela sedução ao poder

Esta rainha ciclotímica e sua relação com suas duas amantes me intrigam progressivamente, os diálogos são perspicazes
‘Vidro’: psicopatologia do super-herói e do supervilão

‘Vidro’: psicopatologia do super-herói e do supervilão

Ao contrário de seus antecessores, o novo filme de M. Night Shyamalan se vê obrigado a aplicar uma rigorosa lógica narrativa e a expor suas surpresas com cálculos óbvios e, talvez, previsíveis
A mulher do Nobel

A mulher do Nobel

Diretor joga com aspectos transcendentes da corrente bergmaniana, mas também com mise-em-scéne e estrutura de um academicismo vulgar
Entre as raízes e o fator Netflix

Entre as raízes e o fator Netflix

Os melhores filmes de 2018 tentaram reconstruir as essências desta arte centenária
Crítica | ‘As viúvas’: Sinal dos tempos

Crítica | ‘As viúvas’: Sinal dos tempos

O espetáculo funciona, embora não me apaixone