Nothing was found on your request

contas públicas

Encomendado por Temer, estudo do Banco Mundial defende reforma da Previdência

Governo encomendou relatório que aponta cortes de gastos que levariam a uma economia de 8,36% do PIB em 10 anos: 1,8% viria da reforma da Previdência

Governo corre para aprovar MPs vitais ao ajuste das contas públicas

Nesta semana, 7 medidas perdem a validadeCongresso tem 20 dias úteis até o fim do ano

Governo Central registra primeiro superávit primário em seis meses

Beneficiado pelo Imposto de Renda trimestral das instituições financeiras e pelo fim do pagamento da primeira parcela do décimo terceiro dos segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o

Quatro economistas rebatem relatório do Banco Mundial

Marcio Pochmann, Reginaldo Moraes, Carlos de Assis e Luiz Gonzaga Belluzzo fazem um contraponto aos argumentos do Banco Mundial pela reforma da Previdência

Quatro economistas rebatem relatório do Banco Mundial

Marcio Pochmann, Reginaldo Moraes, Carlos de Assis e Luiz Gonzaga Belluzzo fazem um contraponto aos argumentos do Banco Mundial pela reforma da Previdência
Contas públicas registram saldo positivo de R$ 4,758 bilhões em outubro

Contas públicas registram saldo positivo de R$ 4,758 bilhões em outubro

Em outubro deste ano, o Governo Central (Previdência, Banco Central e Tesouro Nacional) apresentou superávit primário de R$ 4,967 bilhões, diz BC arquivo Agencia Brasil O setor público consolidado,
Déficit da Previdência custaria R$ 110 mil para cada jovem do país, diz Fazenda

Déficit da Previdência custaria R$ 110 mil para cada jovem do país, diz Fazenda

Cada jovem brasileiro deveria R$ 110,3 mil para a Previdência Social e para a Previdência dos servidores públicos caso o déficit dos dois regimes fosse distribuído para a população de até 25 anos,
Estatais fecham terceiro trimestre com menor número de empregados desde 2010

Estatais fecham terceiro trimestre com menor número de empregados desde 2010

O secretário de Coordenação e Governança das Empresas Estatais, Fernando Antônio Ribeiro Soares. Ao lado, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira Marcelo Camargo/Arquivo/Agência Brasil As empresas
Mercado aceitou que o ajuste é gradual, diz secretário do Ministério da Fazenda

Mercado aceitou que o ajuste é gradual, diz secretário do Ministério da Fazenda

O secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, Mansueto Almeida, disse hoje (4) que o mercado aceitou que o ajuste promovido pelo teto de gastos na economia brasileira é gradual,

12 Estados são reprovados em ‘rating’ de capacidade de pagamento

Dados são do Tesouro NacionalApenas PA e ES tiveram nota máxima

Investimento público alcança nível mais baixo desde 1995

Foram R$ 127,2 bilhões investidosAnálise foi feita pela IFI, do Senado

Arrecadação de novembro sobe 9,5% e soma R$ 115,1 bilhões

É o maior resultado desde 2014Refis influenciou resultado

Contas públicas fecham novembro com déficit de R$ 909 milhões

O setor público consolidado, formado pela União, os estados e municípios, registrou saldo negativo nas contas públicas em novembro, de acordo com dados do Banco Central (BC), divulgados hoje (28) em

Dificilmente governo cumprirá regra de ouro em 2018, avalia Raul Velloso

Será o maior desafio orçamentário do anoReforma da Previdência eficaz não será aprovada

Ajuste fiscal em 2017: contas no limite, medidas empacadas e reforma adiada

Meta fiscal teve que ser alteradaNova Previdência foi reduzidaOrçamento de 2018 está em risco

Aprovação de medidas de ajuste é desafio para equipe econômica em 2018

Apesar da recuperação da economia no segundo semestre de 2017, a equipe econômica do governo ainda tem desafios para vencer em 2018. Com discussões adiadas pelo Congresso e com a decisão do Supremo

Governo deseja alterar regra de ouro por meio de PEC

Manobra permitirá descumprimentoExpectativa é aprová-la até agosto

Governo desiste de flexibilizar regra de ouro

O governo desistiu de modificar a regra que limita o endividamento público. De acordo com os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira, somente após a conclusão da

‘Regra de ouro só deve ser discutida depois da Previdência’, diz Meirelles

Em 2018, regra será cumpridaSituação é crítica para 2019Ministro é contra suspensão da norma

O teto de gastos dificulta o cumprimento da regra de ouro?

O governo criou uma cilada para si mesmo: ao congelar o investimento, dificultou o cumprimento da norma orçamentária que limita o endividamento. Entenda