católicas pelo direito de decidir

O Estado brasileiro é laico, mas a lei não

Católicas pelo Direito de Decidir faz campanha contra violações dos princípios democráticos embasadas por argumentos religiosos
Para 64% dos brasileiros, decisão sobre aborto cabe à mulher, diz pesquisa

Para 64% dos brasileiros, decisão sobre aborto cabe à mulher, diz pesquisa

O percentual de brasileiros que entendem que a decisão sobre o aborto deve ser da própria mulher subiu de 61% em 2010 para 64% em 2017, de acordo com pesquisa do IBOPE Inteligência, encomendada pelo
Para 64% dos brasileiros, decisão sobre aborto cabe à mulher, diz pesquisa

Para 64% dos brasileiros, decisão sobre aborto cabe à mulher, diz pesquisa

O percentual de brasileiros que entendem que a decisão sobre o aborto deve ser da própria mulher subiu de 61% em 2010 para 64% em 2017, de acordo com pesquisa do IBOPE Inteligência, encomendada pelo

O avesso do aborto

Com base em uma visão religiosa, o Estado desumaniza as mulheres. Faz uma suposta defesa dos não nascidos em detrimento de vidas constituídas

Somos umas heréticas

Não cremos em uma religião utilizada para a opressão, que contradiz o próprio exemplo de seu inspirador
Grupo de mulheres católicas é contra PEC que prevê o fim do aborto legal no Brasil

Grupo de mulheres católicas é contra PEC que prevê o fim do aborto legal no Brasil

Todos os parlamentares que votaram a favor do texto são homens. Segundo porta-voz do Católicas pelo Direito de Decidir: "é como se fôssemos meras chocadeiras."

A vida ainda pulsa para além dos fanatismos religiosos

Acreditar que uma mulher após ter sofrido violência sexual deve gestar por até 9 meses é um senso perverso da realidade.

Para além da ponta do iceberg: enfrentando as raízes da violência contra mulheres

É preciso mais do que rechaçar as agressões, é preciso reconhecer que as vidas de meninas e mulheres importam

A base da violência

Gênero está presente a todo momento no cotidiano da maioria das escolas brasileiras

O Natal de Maria de Nazaré: ela gerou, deu vida e criou o novo

Reconheçamos a presença de Maria nas mulheres trabalhadoras, pobres, refugiadas, prostitutas, lésbicas e que vivem situações de violência