audiovisual

No Rio, edição de 2016 do Festival Anima Mundi terá mais de 400 filmes

A 24ª edição do Festival Anima Mundi, o segundo maior festival de cinema de animação do mundo, começa nesta terça-feira (25) no Rio de Janeiro. O festival, que vai até o próximo domingo (30), terá

No Rio, edição de 2016 do Festival Anima Mundi terá mais de 400 filmes

A 24ª edição do Festival Anima Mundi, o segundo maior festival de cinema de animação do mundo, começa nesta terça-feira (25) no Rio de Janeiro. O festival, que vai até o próximo domingo (30), terá

Anima Mundi exibe em São Paulo curtas de 45 países

Começa hoje (2) na capital paulista o Anima Mundi, considerado o maior festival de animação das Américas. Nesta 24º edição, serão exibidos 400 curtas e seis longas, vindos de 45 países, além de

Anima Mundi exibe em São Paulo curtas de 45 países

Começa hoje (2) na capital paulista o Anima Mundi, considerado o maior festival de animação das Américas. Nesta 24º edição, serão exibidos 400 curtas e seis longas, vindos de 45 países, além de

Festival Internacional de Cinema de Brasília apresenta filmes de 15 países

A 5ª edição do Festival Internacional de Brasília começa amanhã (4) e promete uma maratona cinematográfica. Serão, ao todo, 16 filmes, entre ficções e documentários de longa-metragem, três animações

Festival Internacional de Cinema de Brasília apresenta filmes de 15 países

A 5ª edição do Festival Internacional de Brasília começa amanhã (4) e promete uma maratona cinematográfica. Serão, ao todo, 16 filmes, entre ficções e documentários de longa-metragem, três animações
Tautismo e Sincromisticismo na profecia de "Os Simpsons", por Wilson Ferreira

Tautismo e Sincromisticismo na profecia de "Os Simpsons", por Wilson Ferreira

Categoria: Cinema Em 2000, o cenário com Donald Trump presidente era o mais insano e ridículo que os criadores de “Os Simpsons” poderiam imaginar. Para o criador Matt Groening “estava além da
Globo expõe metástase do tautismo na tragédia da Chapecoense, por Wilson Ferreira

Globo expõe metástase do tautismo na tragédia da Chapecoense, por Wilson Ferreira

Categoria: Mídia por Wilson Ferreira Invasão de privacidade e exploração sensacionalista das emoções são traços generalizados na cobertura de grandes tragédias pela mídia. Porém, com a Globo há um
Pesquisa coloca Brasil entre países mais "ignorantes" do planeta, por Wilson Ferreira

Pesquisa coloca Brasil entre países mais "ignorantes" do planeta, por Wilson Ferreira

Categoria: Mídia por Wilson Ferreira Certa vez o sociólogo francês Pierre Bourdieu provocou: “a opinião pública não existe”. A pesquisa “Perils of Perception 2016” (Perigos da Percepção) do
As oportunidades perdidas na série "Under The Dome", por Wilson Ferreira

As oportunidades perdidas na série "Under The Dome", por Wilson Ferreira

Categoria: Cinema por Wilson Ferreira Tinha tudo para dar certo: uma adaptação de livro do célebre Stephen King e narrativa repleta de alusões gnósticas, esotéricas e políticas. De repente, de um

Inteligência Artificial como novo espelho individualista em "HyperNormalisation", por Wilson Ferreira

Categoria: Tecnologia por Wilson Ferreira Certo dia um cientista do MIT criou um “computador terapeuta” chamado Eliza. Na verdade uma brincadeira, uma parodia sobre as tentativas frustradas em
Globo virou black bloc, por Wilson Ferreira

Globo virou black bloc, por Wilson Ferreira

Categoria: Mídia Wilson Ferreira A Globo ainda tinha a tênue esperança de que delegados dissidentes do Colégio Eleitoral não ratificassem a vitória de Trump. Mas a cerimônia da posse e o discurso
Sete filmes que anteviram a crise da segurança no Espírito Santo, por Wilson Ferreira

Sete filmes que anteviram a crise da segurança no Espírito Santo, por Wilson Ferreira

Categoria: Cinema por Wilson Ferreira O cinema e o audiovisual parecem ter o estranho poder de prever cenários futuros: a eleição de Donald Trump, o atentado ao WTC em 2001, o atentado na Maratona
Curta da Semana: "The Internet Warriors" - o lado oculto dos "haters", por Wilson Ferreira

Curta da Semana: "The Internet Warriors" - o lado oculto dos "haters", por Wilson Ferreira

Categoria: Cinema por Wilson Ferreira “Haters”, “trolls”, “comandantes do caps lock”. Eles são os “guerreiros da Internet”. Depois de uma pesquisa de quatro anos entrevistando-os por todo o mundo,
Por que ninguém pode ficar sem TV digital? A "Família Dinossauros" sabia porque, por Wilson Ferreira

Por que ninguém pode ficar sem TV digital? A "Família Dinossauros" sabia porque, por Wilson Ferreira

Categoria: Mídia por Wilson Ferreira Na época que a série “Família Dinossauros” (1991-1994) ia ao ar no início dos anos 1990 não existia a TV digital. Mas um episódio da série em 1993 explicava o
O projeto "Lance Limpo" da Globo e os "idiotas da objetividade" no futebol, por Wilson Ferreira

O projeto "Lance Limpo" da Globo e os "idiotas da objetividade" no futebol, por Wilson Ferreira

Categoria: Mídia por Wilson Ferreira A doença crônica do tautismo (tautologia + autismo), em processo de metástase na TV Globo, assume formas cada vez mais imprevisíveis na emissora. Agora
YouTube anuncia modo escuro e redesign do site

YouTube anuncia modo escuro e redesign do site

Showmetech Usuários já podem testar o novo site do YouTube; veja o que mudou! O post YouTube anuncia modo escuro e redesign do site apareceu primeiro em Showmetech, escrito por José Adorno.

Ancine: investimento no audiovisual para TVs públicas precisa ser aprofundado

A decisão da Agência Nacional de Cinema (Ancine) de investir no segmento de audiovisual para TVs públicas foi correta e precisa ser aprofundada, pois estados e capitais assumiram a política de

Ancine: investimento no audiovisual para TVs públicas precisa ser aprofundado

A decisão da Agência Nacional de Cinema (Ancine) de investir no segmento de audiovisual para TVs públicas foi correta e precisa ser aprofundada, pois estados e capitais assumiram a política de

Ancine: investimento no audiovisual para TVs públicas precisa ser aprofundado

A decisão da Agência Nacional de Cinema (Ancine) de investir no segmento de audiovisual para TVs públicas foi correta e precisa ser aprofundada, pois estados e capitais assumiram a política de