aborto no brasil

Histórias de aborto são segredo para o mundo, mas não para as mulheres

Histórias de aborto são segredo para o mundo, mas não para as mulheres

Precisamos ouvir histórias de aborto. Histórias que todas as mulheres contamos ou ouvimos. Elas são segredos para o mundo, mas não para nós. O mundo precisa ouvi-las. Falar sobre aborto é uma forma de
Histórias de aborto são segredo para o mundo, mas não para as mulheres

Histórias de aborto são segredo para o mundo, mas não para as mulheres

Precisamos ouvir histórias de aborto. Histórias que todas as mulheres contamos ou ouvimos. Elas são segredos para o mundo, mas não para nós. O mundo precisa ouvi-las. Falar sobre aborto é uma forma de
Em meio ao retrocesso, um pedido de lucidez: A carta de Rebeca ao STF e o direito ao aborto seguro

Em meio ao retrocesso, um pedido de lucidez: A carta de Rebeca ao STF e o direito ao aborto seguro

Seu nome é Rebeca Mendes da Silva Leite. Aos 30 anos, mãe solo de dois filhos, recebendo salário de R$ 1.250 -- de um contrato temporário de trabalho --, pagando aluguel de R$ 600 e estudando direito
Em meio ao retrocesso, um pedido de lucidez: A carta de Rebeca ao STF e o direito ao aborto seguro

Em meio ao retrocesso, um pedido de lucidez: A carta de Rebeca ao STF e o direito ao aborto seguro

Seu nome é Rebeca Mendes da Silva Leite. Aos 30 anos, mãe solo de dois filhos, recebendo salário de R$ 1.250 -- de um contrato temporário de trabalho --, pagando aluguel de R$ 600 e estudando direito
16 perguntas para entender o pedido de aborto legal de Rebeca Mendes ao STF

16 perguntas para entender o pedido de aborto legal de Rebeca Mendes ao STF

Antes de me julgar, ministra Rosa Weber, peço que me escute, pois não é fácil, mas tentarei descrever o motivo do meu atual sofrimento.É assim que Rebeca Mendes, paulistana de 30 anos e mãe solo de
16 perguntas para entender o pedido de aborto legal de Rebeca Mendes ao STF

16 perguntas para entender o pedido de aborto legal de Rebeca Mendes ao STF

Antes de me julgar, ministra Rosa Weber, peço que me escute, pois não é fácil, mas tentarei descrever o motivo do meu atual sofrimento.É assim que Rebeca Mendes, paulistana de 30 anos e mãe solo de
'Não quero viver um pesadelo', diz Rebeca Mendes sobre pedido de aborto à Justiça de São Paulo

'Não quero viver um pesadelo', diz Rebeca Mendes sobre pedido de aborto à Justiça de São Paulo

"Estou apostando todas as minhas fichas para que eu consiga de uma maneira ou de outra fazer legalmente esse procedimento", afirma Rebeca Mendes Silva Leite, de 30 anos, sobre a apresentação de habeas
'Não quero viver um pesadelo', diz Rebeca Mendes sobre pedido de aborto à Justiça de São Paulo

'Não quero viver um pesadelo', diz Rebeca Mendes sobre pedido de aborto à Justiça de São Paulo

"Estou apostando todas as minhas fichas para que eu consiga de uma maneira ou de outra fazer legalmente esse procedimento", afirma Rebeca Mendes Silva Leite, de 30 anos, sobre a apresentação de habeas
Esta campanha quer garantir um emprego para Rebeca Mendes, que teve pedido de aborto negado pelo STF

Esta campanha quer garantir um emprego para Rebeca Mendes, que teve pedido de aborto negado pelo STF

O nome e o rosto de Rebeca Mendes Silva Leite, de 30 anos, ficaram conhecidos no Brasil em novembro. Ela é a primeira brasileira que entrou com uma ação concreta no STF (Superior Tribunal Eleitoral)
Esta campanha quer garantir um emprego para Rebeca Mendes, que teve pedido de aborto negado pelo STF

Esta campanha quer garantir um emprego para Rebeca Mendes, que teve pedido de aborto negado pelo STF

O nome e o rosto de Rebeca Mendes Silva Leite, de 30 anos, ficaram conhecidos no Brasil em novembro. Ela é a primeira brasileira que entrou com uma ação concreta no STF (Superior Tribunal Eleitoral)
Menos de 1% dos abortos realizados no Brasil em 2015 foi legal

Menos de 1% dos abortos realizados no Brasil em 2015 foi legal

Menos de 1% dos abortos no Brasil são legais. O dado é uma comparação entre a estimativa de interrupção da gravidez da Pesquisa Nacional de Aborto de 2016 (PNA 2016) e informações do relatório Mundial
Menos de 1% dos abortos realizados no Brasil em 2015 foi legal

Menos de 1% dos abortos realizados no Brasil em 2015 foi legal

Menos de 1% dos abortos no Brasil são legais. O dado é uma comparação entre a estimativa de interrupção da gravidez da Pesquisa Nacional de Aborto de 2016 (PNA 2016) e informações do relatório Mundial