Boletim Matutino da VICE

Facebook
VKontakte
share_fav

Eleições

Vice de Bolsonaro diz que povo está ‘se lixando’ para 13º salário e férias

O general Hamilton Mourão (PRTB), vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), disse nesta sexta-feira (28) que não existe briga entre ele e colega de chapa devido às críticas que fez nesta semana ao 13º salário. "Temos uma relação de lealdade absoluta. Não somos como políticos. Ele é político, mas eu não sou. Vocês precisam entender isso: dois paraquedistas andam de passo miúdo." O general disse que nunca foi tão "abraçado" como entre estas quinta (27) e sexta (28), após ter declarado que o 13º salário é uma "jabuticaba brasileira". "Fui na minha academia hoje [sexta] e todo mundo que vinha falar comigo eu explicava. O faxineiro me perguntou, eu expliquei! Pediram para tirar foto comigo. O povo está se lixando para isso porque está preocupado com segurança e emprego", disse Mourão. – G1

CNJ afasta juiz que recolheria urnas para Exército 'fazer perícia'

O corregedor do Conselho Nacional de Justiça, Humberto Martins, determinou nesta sexta-feira (28) o afastamento por tempo indeterminado do juiz federal Eduardo Luiz Rocha Cubas, de Goiás, por suspeita de violação dos deveres funcionais. Segundo o processo, Rocha Cubas informou ao Comando do Exército que mandaria recolher urnas eletrônicas para os militares fazerem perícia nos aparelhos. O afastamento do juiz ainda terá de ser analisado pelo plenário do CNJ, que se reunirá no próximo dia 9 de outubro. Segundo o processo, a Advocacia Geral da União (AGU) informou que a consultoria jurídica do Comando do Exército avisou sobre uma ação popular em Formosa (GO), na qual o magistrado decidiu, em 10 de setembro, que o Comando do Exército deveria indicar militar com patente de oficial para realizar teste de segurança nas urnas. Na avaliação da a AGU, o juiz praticou atos que "destoam da conduta esperada de um magistrado" e manifestou-se em vídeo na internet questionando a segurança das urnas ao lado do filho do candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro. – G1

Fux proíbe Folha de entrevistar Lula e determina censura prévia

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu na noite desta sexta-feira (28) uma liminar concedida mais cedo por seu colega Ricardo Lewandowski e proibiu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de dar entrevista ao jornal Folha de S. Paulo na prisão. Conforme a decisão de Fux, se a entrevista já tiver sido realizada, sua divulgação está censurada. Lula está preso desde abril depois de ter sido condenado em segundo grau por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP). A decisão de Fux vai ao plenário para ser ou não referendada. “Determino que o requerido Luiz Inácio Lula da Silva se abstenha de realizar entrevista ou declaração a qualquer meio de comunicação, seja a imprensa ou outro veículo destinado à transmissão de informação para o público em geral”, escreveu Fux. – Folha de S. Paulo

Brasil

Ataque em escola deixa dois feridos em Medianeira, no Paraná

Um estudante de 15 anos atirou contra colegas em um colégio no Paraná nesta sexta-feira (28), deixando dois feridos. O adolescente e um colega que lhe deu cobertura, ambos apreendidos pela polícia, cursam o primeiro ano do Ensino Médio no Colégio Estadual João Manoel Mondrone, em Medianeira (oeste do Paraná). “Foi um atentado premeditado”, segundo informou a Polícia Civil. Os adolescentes afirmaram que sofriam de bullying, e o ataque seria uma forma de se vingar dos colegas. “Seus filhos me humilharam, me ameaçaram, me expuseram de uma maneira que não tem mais perdão”, afirma o estudante, em um vídeo divulgado pelo Paraná Portal e que teria sido gravado horas antes do ataque. – Folha de S. Paulo

Mundo

Terremoto e o tsunami na ilha de Sulawesi deixam 844 mortos na Indonésia

Vítimas do forte terremoto e do tsunami que atingiram a ilha indonésia de Sulawesi começaram a ser enterradas em vala comum nesta segunda-feira (1º). As buscas por sobreviventes continuam em Palu e Donggala, as áreas mais devastadas. Enquanto a ajuda humanitária não chega, o país enfrenta uma onda de saques. O último balanço oficial indica que 844 pessoas morreram após o terremoto de 7,5 graus que teve seu epicentro na região de Palu e provocou o tsunami, na sexta-feira (5). O desastre também deixou 540 feridos e 16.732 deslocados. As autoridades temem um número muito maior de vítimas, pois grande parte da região afetada permanece inacessível. A ONU estima que 191 mil pressoas precisam de ajuda imediata no país. O governo indonésio já lançou um apelo à comunidade internacional pedindo ajuda humanitária. – G1

Passagem do tufão Trami pelo Japão deixa 2 mortos e 120 feridos

Pelo menos duas pessoas morreram nas últimas horas no Japão e cerca de 120 ficaram feridas após a passagem do tufão Trami, que nesta segunda-feira (data local) se afastava do nordeste do país. O novo tufão, o de número 24 da atual temporada, tocou terra no oeste de Japão por volta das 20h de domingo (8h em Brasília), e começou a castigar a capital do país perto da meia-noite, com chuva e fortes ventos. Esta manhã, no entanto, Tóquio amanheceu ensolarada e o tufão já estava se afastando para o nordeste do Japão, em direção ao Pacífico, com uma velocidade de 95 km/h, ventos de até 126 km/h e sequências de até 180 km/h. – UOL

E mais

Angela Maria, rainha do rádio, morre aos 89 anos

A cantora Angela Maria, uma das rainhas do rádio, morreu aos 89 anos no fim da noite deste sábado (29), no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo. Após 34 dias de internação, ela não resistiu a uma infecção generalizada e a uma parada cardíaca. A cantora foi velada e sepultada neste domingo (30) no Cemitério Congonhas, na zona sul da capital paulista. O marido Daniel d’Angelo, com quem Ângela Maria vivia há quase 40 anos, conta que há pouco mais de um mês ela sentiu dores no abdômen e teve que ser internada. Em quase 70 anos de carreira, Ângela Maria nunca parou de cantar. Ela se preparava para voltar ao estúdio e lançar um novo álbum, com canções inéditas em sua voz. – G1

Cantor francês Charles Aznavour morre aos 94 anos

Charles Aznavour, popstar da música francesa, morreu aos 94 anos, informou um porta-voz nesta segunda-feira (1º) à agência France Presse. Ele estava em sua casa no Alpilles, sul da França, depois de voltar de uma turnê no Japão. O cantor teve uma carreira de mais de 80 anos, e era frequentemente descrito como o Frank Sinatra da França. Nascido Shahnour Varinag Aznavourian, filho de pais armênios em Paris, o músico vendeu 180 milhões de discos e também trabalhou como ator em mais de 60 filmes. Ele é conhecido principalmente pelo sucesso "She". Originalmente chamada de "Tous les visages de l'amour", a música foi lançada em 1974 e ganhou logo depois a versão em inglês, que chegou ao primeiro lugar na lista das mais ouvidas na Inglaterra. – G1

ver Vice Brasil
#insegurança
#rodoanel
#raiva
#tristeza
#lojas havan
#eleições 2018
#boletim matutino
#donald trump
#laurence casagrande
#luciano hang
#desânimo
#tocantis