Zoox: startup milionária quer lançar sistema de táxis robóticos até 2020

Facebook
VKontakte
share_fav

A Zoox é uma startup que tem uma proposta curiosa, a criação de um sistema de carros autônomos que vão funcionar como táxis robóticos. A empresa nasceu na Califórnia, e tem como sócios o artista australiano Tim Kentley-Klay, que teve a visão do sistema de veículos autônomos atendendo chamadas de clientes, e Jesse Levinson, que é o cientista da computação que ele buscou para fazer o seu sonho virar realidade, ou até o momento, um protótipo e um sistema para controlá-lo.

Ao contrário do mercado, que caminha na direção de fazer o retrofit em carros existentes, a Zoox quer criar o seu veículo inteiramente do zero, e segundo algumas patentes, planeja construir o veículo a partir de quatro seções montadas como blocos de LEGO.

Os dois protótipos chamados de VH4 e VH5 mostram que a empresa está no caminho certo, pois embora tenham um visual ainda rudimentar, parecem rápidos e bem ágeis, como dá pra ver no vídeo da Bloomberg (veja no fim do post).

Claro que o carro não é nada sem um sistema de direção autônoma eficiente, então para testar o software nas ruas, eles usam carros autorizados a circular da Toyota com seus sensores instalados. O CTO Jesse Levinson conta que o sistema usa câmeras, radares e um Lidar (Light Detection and Ranging), e compõe o seu mapa 3D usando informações desses três tipos de sensores.

Essas ambições em hardware e software da Zoox a colocam na posição única de poder disputar espaço no mercado americano não só com empresas como Uber e Lyft, mas também com a Tesla. Não é por acaso que a Zoox inclusive tem contratado ex-funcionários da montadora de Elon Musk.

O mercado parece apostar na empresa, como mostram os US$ 500 milhões levantados em uma rodada de investimentos, que levam o total investido na empresa a US$ 800 milhões, o que dá uma avaliação do valor da Zoox em US$ 3,2 bilhões. Nada mal para uma empresa que foi fundada em 2014, e que tem menos de 500 funcionários.

Nas palavras de Tim Kentley-Klay:
“Levantar essa quantia de capital em uma empresa que é pré-lucro, pré-produto e pré-consumidores é praticamente sem precedentes. Isso diz muito sobre a qualidade da equipe e da visão que temos aqui e o que conseguimos alcançar.”

Fica aqui a minha torcida para que a Zoox consiga realmente entregar o seu carro em 2020, pois eu adoraria poder chamar um dos seus táxis robóticos em um futuro próximo.

Saiba mais na Zoox.

Veja o vídeo da Bloomberg com os fundadores.



Leia também aqui no MB:
MIT testa sistema para carros autônomos que não depende de mapas
Índia entra em modo Full Aldo Rebelo e diz que não permitirá carros autônomos

O post Zoox: startup milionária quer lançar sistema de táxis robóticos até 2020 apareceu primeiro em Meio Bit.

ver Meio Bit
#carro elétrico
#veículos
#carro autônomo
#táxis
#indústria automotiva
#indústria
#meio bit
#veículo elétrico