Ações do Facebook caem quase 5% com revelações sobre vazamento de dados pessoais

Facebook
VKontakte
share_fav

As ações do Facebook, gigante norte-americano fundado por Mark Zuckerberg, chegaram a cair nesta segunda-feira quase 5%, para 176,15 dólares (cerca de 578 reais), na abertura dos negócios em Wall Street. A empresa foi atingida após revelações sobre o uso, sem permissão, de dados pessoais de milhões de usuários da rede social pela Cambridge Analytica. A consultoria eleitoral, fundada nos Estados Unidos e que trabalhou para a campanha presidencial de Donald Trump em 2016, obteve e manipulou irregularmente, por meio de sua matriz britânica, informações de 50 milhões de usuários do Facebook nos EUA. Na semana passada, o Facebook suspendeu a conta da consultoria eleitoral.

ver El País
#redes sociais
#eleições eua 2016
#índices bolsistas
#dow jones
#wall street
#eleições eua
#casa branca
#kremlin
#bolsa valores
#mercados financeiros
#eleições presidenciais
#comunicações
#facebook
#internet
#empresas
#eleições
#américa do norte
#casos judiciais
#américa
#estados unidos
#trama russa
#política
#economia