Amuleto tricolor no Choque-Rei, Cicinho recorda gols contra o Verdão

Facebook
VKontakte
share_fav

Ter um atleta como Cicinho seria ideal para o São Paulo em seu próximo compromisso no Campeonato Paulista. Nesta quinta-feira, o Tricolor visita o Palmeiras no novo Palestra Itália, onde jamais venceu, e justamente por isso a presença do ex-lateral-direito do clube seria muito bem-vinda para quem acredita em superstição, já que o campeão estadual, continental e mundial se acostumou a se dar bem enfrentando o Verdão no período em que esteve no Morumbi.

Cicinho marcou gols contra o Palmeiras que até hoje não saem da memória dos são-paulinos. Em 2005, o ex-lateral-direito foi o responsável por garantir a vitória tricolor no Parque Antártica, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. Na volta, o camisa 2 voltou a balançar as redes, já na reta final da partida, quando garantiu o 2 a 0 a favor de seu time e despachou o Verdão da competição.

“Não tem como esconder que o momento mais marcante da minha vida foi o 1 a 0 contra o Palmeiras, em que fiz o gol de esquerda. Ir para o vestiário e ouvir o Rogério Ceni e o Lugano dizerem que não tinha como a gente perder aquele jogo porque o Cicinho fez um gol de esquerda, contra o Palmeiras, no Palestra Itália, foi muito gratificante”, disse Cicinho.

Cicinho comemora gol da vitória sobre o Palmeiras, no jogo de ida das oitavas da Libertadores (Foto: Gazeta Press)

Mas não foi apenas na Libertadores que o ex-lateral-direito brilhou enfrentando o Palmeiras. Um ano antes, no Campeonato Brasileiro de 2004, Cicinho balançou as redes aos 48 minutos do segundo tempo e garantiu outro triunfo do São Paulo no Choque-Rei.

“São momentos marcantes. Tive o privilégio de na maioria dos jogos contra o Palmeiras fazer gol. Meu gol de esquerda rendeu uma condição melhor ao São Paulo para o jogo de volta [das oitavas de final da Libertadores] aqui no Morumbi. No segundo fiz um gol que marcou o gol de número dez mil na Libertadores. Com o Palmeiras sempre houve essa rivalidade e pude contribuir da melhor maneira possível. Sou grato por ter feito esses gols no momento certo”, completou.

Sem qualquer amuleto, Dorival Jr espera seguir amenizando a pressão sobre o seu elenco nesta quinta-feira quebrando um tabu que já dura mais de três anos. Até agora, São Paulo e Palmeiras se enfrentaram cinco vezes no novo Palestra Itália, e o Verdão saiu de campo vitorioso em todas as oportunidades.

O post Amuleto tricolor no Choque-Rei, Cicinho recorda gols contra o Verdão apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva
#choque-rei
#cicinho
#gols
#palmeiras
#são paulo
#clássico
#libertadores
#campeonato paulista
#escolha do editor
#futebol