Ao lado de Bellucci, Sá perde para argentinos e encerra carreira

Facebook
VKontakte
share_fav

Não deu para André Sá. Nesta quarta-feira, o veterano tenista de 40 anos entrou em quadra ao lado de Thomaz Bellucci para disputar uma vaga na semifinal do Aberto do Brasil contra os argentinos Federico Delbonis e Maximo Gonzalez. Precisando do triunfo para não só se classificar, mas também se manter na ativa profissionalmente, o dono das atenções no ginásio do Ibirapuera não conseguiu recompensar a torcida que tanto o apoiou com uma vitória, saindo de quadra derrotado por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (7 a 4) e 7/5, em uma hora e 45 minutos de jogo.

Com o resultado, André Sá se despede do esporte que proporcionou a ele diversos momentos inesquecíveis. Medalhista de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, em 1999, ao lado de Paulo Taicher, o mineiro de Belo Horizonte colecionou 11 títulos da ATP em sua carreira, incluindo o troféu na chave de duplas do Aberto do Brasil no ano passado, além de se estabelecer como o tenista brasileiro que mais vezes disputou as Olimpíadas (Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016).

Semifinalista na chave de duplas em Wimbledon, em 2008, André Sá chegou a figurar, no ano seguinte, na 17ª colocação do ranking da ATP. Neste ano, foi nomeado pela Federação Internacional de Tênis (ITF) como consultor de relações com os jogadores da entidade. Agora aposentado, ele deverá mergulhar de vez no novo projeto com Bellucci, se dedicando exclusivamente a ser o treinador do atleta de 30 anos.

O jogo – André Sá e Thomaz Bellucci mostraram boa sincronia em quadra desde a primeira troca de bola. Tendo a sensibilidade de optar, na maioria das vezes, pela jogada correta, os brasileiros não se intimidaram com os rivais e contaram com o apoio da torcida que compareceu ao último jogo da noite na quadra central para abrirem ótima vantagem no primeiro set, entretanto, não conseguiram mantê-la.

O destaque da primeira parcial foi Thomaz Bellucci. Bastante consistente, o tenista que já chegou a ser o brasileiro mais bem ranqueado na ATP conseguiu emplacar um bom jogo de rede e também mostrou solidez no fundo de quadra. Prova disso foi o belo rali no terceiro game, quando o paulista tomou a frente e ainda contou com uma falha dos argentinos após diversas bolas trocadas para confirmar o serviço e logo em seguida quebrar o saque dos adversários, que não se abateram e ofereceram muitas dificuldades aos anfitriões na reta final da parcial.

Após chegar a abrir 5 a 1, André Sá e Thomaz Bellucci viram os adversários devolveram as duas quebras na partida e deixarem tudo igual depois de a maioria dos torcedores dar o primeiro set como ganho. Desta maneira, a parcial acabou sendo decidida no tie-break, em que Federico Delbonis e Maximo Gonzalez demonstraram bastante frieza para levarem a melhor por 7 a 4.

No segundo set todos esperavam uma reação da dupla da casa, entretanto, os argentinos seguiram ligados para não darem brechas aos rivais e manterem a frente no marcador. No sexto game, Federico Delbonis e Maximo Gonzalez conseguiram segurar os adversários no fundo da quadra e mostraram sensibilidade para optar pelo golpe certo, quebrando o saque de Thomaz Bellucci e André Sá e frustrando os torcedores nas cadeiras do Ibirapuera.

Porém, no game seguinte Bellucci e André Sá não se deram por vencidos e devolveram a quebra, deixando o confronto mais aberto. Mais confiante, a dupla da casa aproveitou o bom momento para deixar tudo igual, entretanto, quando todos esperavam uma remontada dos brasileiros, Delbonis e Gonzalez trataram de botar água no chopp da torcida local, anulando o serviço dos rivais para fechar a segunda parcial em 7/5 e assegurar a classificação.

O post Ao lado de Bellucci, Sá perde para argentinos e encerra carreira apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva
#duplas
#andré sá
#ibirapuera
#bellucci
#aberto do brasil
#aposentadoria
#tênis
#são paulo
#mais esportes