PM agradece à Beija-Flor: ‘Reconhecimento ao nosso sacrifício’

Facebook
VKontakte
share_fav

O perfil oficial da Polícia Militar do Rio de Janeiro no Twitter parabenizou e agradeceu à Beija-Flor após a vitória da escola de samba de Nilópolis no Carnaval 2018. “Parabéns Beija-Flor! A Polícia Militar fica feliz pelo reconhecimento ao nosso sacrifício ao lutar por esta população”, diz o texto publicado junto com uma foto de um dos carros alegóricos do desfile da agremiação que apresenta uma releitura da Pietà, com um policial sendo carregado pela Virgem Maria.

Em 2018, a escola tratou de corrupção, política, violência e temas sociais como a intolerância religiosa, o racismo e a homofobia com a participação de estrelas como Pabllo Vittar e Jojo Todynho. O desfile reproduziu cenas de violência nas favelas cariocas e as constantes mortes de moradores e policiais.

Este foi o 14º título da Beija-Flor no Carnaval do Rio de Janeiro – a escola só fica atrás da Portela e da Mangueira como agremiação que mais venceu no Grupo Especial. A última vitória da Beija-Flor havia acontecido em 2015.

Desfile da Beija-Flor exibe político corrupto em suas alegoria na segunda noite de desfiles do Carnaval carioca - 13/02/2018(Mauro PimentelAFP)
A Beija-Flor abordou temas como desigualdade social, a falta de respeito e a de amor, no segundo dia de desfiles do Carnaval do Rio - 13/02/2018(Pilar OlivaresReuters)
A Beija-Flor abordou temas como desigualdade social, a falta de respeito e a de amor, no segundo dia de desfiles do Carnaval do Rio - 13/02/2018(Mauro PimentelAFP)
Integrantes da Beija-Flor durante na segunda noite do Carnaval do Rio - 13/02/2018(Mauro PimentelAFP)
A Beija-Flor abordou temas como desigualdade social, a falta de respeito e a de amor, no segundo dia de desfiles do Carnaval do Rio - 13/02/2018(Pilar OlivaresReuters)
Brazilian drag queen and singer Pabllo Vittar parades with the Beija-Flor samba school during the second night of Rio's Carnival at the Sambadrome in Rio de Janeiro, Brazil, on February 13, 2018. / AFP PHOTO / Mauro PIMENTEL(Mauro PimentelAFP)
A rainha de bateria da Beija-Flor durante o segundo dia de desfiles do Carnaval do Rio(Pilar OlivaresReuters)
Beija-Flor desfila na Marques de Sapucaí durante o segundo dia do Grupo Especial no carnaval carioca - 13/02/2018(Mauro PimentelAFP)
Integrantes da Beija-Flor durante na segunda noite do Carnaval do Rio - 13/02/2018(Pilar OlivaresReuters)
Baianas da Beija-Flor durante desfile na segunda noite do Carnaval do Rio, na Marquês de Sapucaí - 13/02/2018(Mauro PimentelAFP)
A rainha de bateria da Beija-Flor durante o segundo dia de desfiles do Carnaval do Rio(Pilar OlivaresReuters)
Alegoria da Beija-Flor faz referência a uma favela dominada por traficantes durante na segunda noite de desfiles no Carnaval do Rio - 13/02/2018(Mauro PimentelAFP)
ver Veja
#escola de samba
#polícia militar
#rio de janeiro
#beija flor de nilópolis