Prefeitura de São Paulo retira 30 milhões de fundo para crianças e adolescentes

Facebook
VKontakte
share_fav

Dentre as organizações que contam com os recursos do Fundo estão desde entidades mais conhecidas como o Doutores da Alegria (que atuam com crianças doentes) e a APAE de São Paulo (que tem projetos educacionais para crianças excepcionais), até algumas mais locais, como a Associação Comunitária Casa dos Deficientes de São Miguel Paulista. Questionada pela reportagem a respeito da destinação da verba do Fumcad, a Prefeitura afirmou que os recursos desvinculados serão transferidos “por força constitucional ao Caixa Único do Tesouro Municipal”. A nota diz ainda que o dinheiro irá financiar “políticas públicas municipais, podendo, inclusive, se necessário, retornar ao Fumcad para financiamento dos projetos aprovados no Fundo”.

ver El País
#crianças
#estado são paulo
#infância
#governo municipal
#regulamento jurídico
#administração local
#política municipal
#direitos criança
#estatutos legais
#legislação brasileira
#estatuto criança adolescente
#são paulo
#prefeituras
#legislação
#joão doria júnior
#administração pública
#américa
#justiça
#sociedade