Conheça o primeiro bilionário do Zimbábue

Facebook
VKontakte
share_fav

Masiyiwa fundou a Econet em 1993 (Reprodução / Forbes)

O empresário Strive Masiyiwa, de 57 anos, controlador do Grupo Econet, uma companhia de telefonia móvel que também investe em serviços financeiros, seguros, lojas online, energias renováveis, educação,engarrafamento de Coca-Cola, hospitalidade e soluções de pagamento, é o primeiro bilionário do Zimbábue segundo um recente relatório de FORBES, com patrimônio de US$ 1,7 bilhão.

LEIA MAIS: Como Oprah Winfrey construiu uma fortuna multibilionária

O Econet tem, ainda, uma rede de televisão paga, a TV Kwesé, que já compete favoravelmente em toda a África com a Naspers, da DSTV. O preço das ações da empresa aumentaram ao longo do último ano. Em julho, uma subsidiária do Grupo Econet, a Liquid Telecom, arrecadou US$ 700 milhões em um pacote de financiamento de empréstimo e títulos de financiadores internacionais.

Masiyiwa fundou a Econet em 1993, mas só conseguiu a licença de telefonia do governo do Zimbábue em 1998, época em que 70% dos habitantes do país nunca tinham ouvido um toque de celular. Ele e a esposa, Tsitsi, são os fundadores da Higher Life Foundation, organização que paga dívidas escolares de mais de 40 mil estudantes de todas as séries.

Em fevereiro de 2013, o casal criou a Ambassador Andrew Young, um fundo de US$ 6,4 milhões que oferece bolsas de estudo para que jovens africanos possam estudar na faculdade Morehouse College, nos Estados Unidos. O nome da iniciativa é uma homenagem a um antigo embaixador norte-americano das Nações Unidas, reconhecido por seu importante papel no Movimento pelos Direitos Civis.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br)

O post Conheça o primeiro bilionário do Zimbábue apareceu primeiro em Forbes Brasil.

ver Forbes Brasil
#bilionário
#zimbabue
#strive masiyiwa