Facebook muda linha do tempo para aproximar usuário, família e amigos

Facebook
VKontakte
share_fav

*Do R7 O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou na noite desta quinta-feira (11) uma mudança no feed de notícias da rede social, que, segundo ele, já está em curso, mas que será acelerada em 2018. O Facebook vai diminuir a quantidade de conteúdos públicos, como virais, posts de empresas e marcas e páginas em geral, e aumentar a quantidade de conteúdos publicados pela família e pelos amigos do usuário. O comunicado de Zuckerberg, no seu perfil da rede social, começa com a seguinte frase: "Uma das áreas com maior foco para a gente em 2018 é garantir que o tempo que gastamos no Facebook seja bem utilizado". Zuckerberg diz que o "Facebook foi criado para ajudar pessoas a permanecerem conectadas e trazer para mais perto as pessoas que importam para a gente. É por isso que nós sempre colocamos amigos e parentes no centro da experiência". Segundo o criador da rede social, "uma pesquisa mostra que estreitar nossos relacionamentos aumenta nosso bem-estar e felicidade". Porém, para o criador do Facebook, "recentemente os posts de empresas e de marcas está inundando nossos momentos pessoais que mantém a gente conectado um com o outro". "Os vídeos e outros conteúdos públicos explodiram no Facebook nos últimos anos. Desde que há mais conteúdo público do que mensagens dos seus amigos e familiares, o equilíbrio do que está no seu feed de notícias mudou do que é a coisa mais importante que o Facebook pode fazer — ajudar a conectar com o outro", completa. "Zuckerberg explicou que a empresa "começou a fazer mudanças nessa direção no ano passado, mas ainda vão levar meses para esse novo foco se consolidar para todos os nossos produtos. As primeiras mudanças que você verá será no feed de notícias, onde você deverá ver mais sobre seus amigos, família e grupos", diz o texto. Leia também:Frio toma conta dos EUA e jacarés ficam presos em blocos de gelo Cidade de MG proíbe servidores de usarem celular durante expediente Falso alerta de segurança no Iphone pode deixar mulheres em perigo

ver R7