Barrichello vence evento marcado por briga entre pilotos dentro da pista

Facebook
VKontakte
share_fav

A tradicional 500 Milhas de Kart realizada anualmente na Granja Viana terá a sua edição de 2017 marcada na história do automobilismo brasileiro para sempre. Infelizmente, no entanto, o motivo para isso será negativo. Já na parte final da corrida, os pilotos Rodrigo Dantas – que integrava o time de Felipe Massa – e Tuka Rocha, piloto de Stock Car da equipe RCM, protagonizaram um acidente e acabaram brigando fisicamente dentro da pista, enquanto a corrida seguia.

Tuka, que fazia parte da equipe de Thiago Camilo, estava na disputa pela liderança da prova a 18 voltas do fim. No entanto, o piloto acabou bloqueado por Dantas, que era retardatário, durante uma curva e os dois acabaram se colidindo, indo direto para a barreira de pneus. O parceiro de equipe de Massa aplaudiu ironicamente a ação. O ato fez com que os dois pilotos deixassem os seus veículos e começassem a trocar socos enquanto os outros karts seguiam a corrida.

Confira o vídeo abaixo:

Com a briga as duas equipes foram desclassificadas da prova. Após a confusão, Tuka Rocha afirmou ser a pior experiência sua no automobilismo e eximiu Massa da culpa. “A disputa tinha que ser entre eu e o Massa. Tenho certeza que não foi ele que mandou isso. Começou uma pancadaria entre os pilotos. Ele freou e colocou o kart dele em cima de mim. Fui falar pra ele que ele era um covarde e ele veio bater em mim”, comentou ao Sportv.

Massa também mostrou um sentimento de tristeza pela maneira como o evento foi encerrado e revelou ter reclamado para a expulsão da equipe adversária logo no início da corrida, que segundo ele, tentavam o jogador para fora da pista para proteger quem brigava pela liderança.

“É um sentimento de tristeza. O que fizeram com a gente no começo era pra ter desclassificado eles logo de cara. A nossa desclassificação agora foi correta porque o que minha equipe fez foi triste. Não acredito que a gente venha aqui brincar e acabe dessa forma”, avaliou o ex-piloto da Fórmula 1.

O organizador da prova, Felipe Giaffone, afirmou que deve acontecer punições. “Vamos tomar as devidas providencias para banir os culpados por estas cenas lamentáveis.

Dentro da pista, a equipe que pôde comemorar a vitória foi a de Rubens Barrichello, que se aproveitou da desclassificação dos líderes para assumir a ponta. Para a prova com 12 horas de duração, a equipe intitulada “Barrichello Hero” contava inclusive com o filho do ex-piloto da Ferrari, que comemorou a vitória especial ao lado do filho. “É uma situação ímpar e incrível vencer com o meu filho uma 500 Milhas. Eu amo demais ele e todos da nossa equipe estão de parabéns pelo grande trabalho que fizeram”, disse Barrichello, após a comemoração no pódio.

O post Barrichello vence evento marcado por briga entre pilotos dentro da pista apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva
#massa
#kart
#barrichello
#noticias
#motor