Por que mesmo com crescimento econômico a África continua perdendo seus jovens?

Facebook
VKontakte
share_fav

Com um aeroporto reformado, a demolição das favelas e comércios informais que ladeavam as ruas principais e meia cidade sob o rolo compressor, Abidjã, principal polo econômico da Costa do Marfim – e sede, nesta quarta e quinta-feira, da 5ª Cúpula União Europeia-União Africana – navega a velocidade de cruzeiro para recuperar sua glória de antigamente, quando era considerada a grande joia da África Ocidental. Mas o despertar da cidade contrasta com o aumento das pessoas que vivem com menos de um euro (3,85 reais) por dia em todo o país: um milhão de pessoas a mais do que há 10 anos (época em que a Costa do Marfim estava em conflito), segundo dados do Banco Mundial. Esta nação é o reflexo do que acontece, em grande escala, em todo o continente africano.

ver El País
#juventude
#áfrica
#jovens
#relações exteriores
#política social
#demografia
#organizações internacionais
#desarrollo áfrica
#post-2015 agenda
#adi
#indicadores econômicos
#indicadores sociales
#migração
#desenvolvimento humano
#bem-estar social
#qualidade vida
#pobreza
#europa
#onu