Arlequina vai ganhar uma série animada voltada para o público adulto

Facebook
VKontakte
share_fav

A DC Entertainment está empolgada com seu futuro serviço de streaming, que entrará no ar em algum momento de 2018. Ele já tem programas exclusivos garantidos principalmente como a terceira temporada de Justiça Jovem e a nova série live-action d’Os Novos Titãs, além de provavelmente contar com um grande acervo de filmes, séries e animações do passado e presente (quero ser um mico se as produções da CW não serão incluídas).

Só que ainda é pouco e vão surfar na crista da popularidade da Arlequina, que vai ganhar série própria com temática adulta. Ou seja, vale tudo.

Não é preciso ser um gênio para entender que apesar de Esquadrão Suicida não ter atendido às expectativas da Warner, a popularidade da outrora assistente do Coringa explodiu de lá para cá. Os produtos relacionados à personagem, que ganhou vida através da atriz Margot Robbie vendem feito água, sua revista própria tem uma boa saída e por causa disso, ela vai ganhar um filme solo com o mala do Jared Leto a tira-colo (aquele projeto das Sereias de Gotham foi para o espaço). E isso sem contar o solo da Batgirl produzido por Joss Whedon, que querendo ou não é consequência.

O que nos leva à DC capitalizar em cima da dra. Harleen Quinzel, a ex-psicóloga piroquinha das ideias criada pela dupla Paul Dini e Bruce Timm em um dia muito inspirado para a série Batman: The Animated Series em 1993. A personagem fez tanto sucesso que foi incorporada à cronologia dos quadrinhos, foi protegonista de uma excelente Graphic Novel, Mad Love e hoje é um fenômeno da cultura pop, muitas vezes tendo mais destaque que o próprio Coringa.

Segundo informes a Warner Bros. encomendou à DC a produção de uma temporada completa, 26 episódios e a história se focará depois da Arlqequina ter dado um pé na bunda definitivo no Coringa, de modo a se tornar ela mesma a criminosa número um de Gotham City. Não há informes sobre elenco, mas há grandes chances da própria Margot Robbie ficar com o papel principal (eu prefiro a dubladora original Arleen Sorkin mas enfim, it’s all about money) e a produção ficou a cargo do trio responsável por Powerless: Justin Halpern, Patrick Schumacker e Dean Lorey.

Mais importante é a temática: a série da Arlequina (que ainda não tem nome) será voltada para o público adulto, portanto pode esperar por boas doses não muito explícitas de violência e sexo, embora mesmo na série original a personagem já se insinuava para o “pudinzinho”:

Enquanto há certa preocupação da série live-action dos Titãs sair como uma comédia involuntária dados os custos, uma animação é algo muito mais simples de se produzir e se os produtores e roteiristas receberem liberdade criativa o suficiente para extrapolar os limites, é possível que tenhamos um excelente produto e mais sério nos moldes de Liga da Justiça: Deuses e Monstros mas quem sabe, mais pesado e mais quente. Vamos aguardar.

Fonte: Deadline.

The post Arlequina vai ganhar uma série animada voltada para o público adulto appeared first on Meio Bit.

ver Meio Bit
#streaming
#batman
#animação
#warner animation
#young justice
#warner bros
#coringa
#arlequina
#esquadrão suicida
#titãs
#justiça jovem
#novos titãs
#quadrinhos
#harley quinn