Rússia veta renovar investigação sobre armas químicos na Síria

Facebook
VKontakte
share_fav

Nações Unidas – A Rússia vetou nesta quinta-feira, em votação no Conselho de Segurança da ONU, uma resolução que previa renovar o mandato do grupo de especialistas internacionais que investiga o uso de armas químicas na Síria.

O “não” da Rússia, que crítica os métodos dos especialistas após eles terem responsabilizado o governo da Síria por vários ataques com armamento proibido, bloqueia uma proposta dos Estados Unidos.

A resolução buscava prorrogar por um ano o mandato dos especialistas, que vence hoje. Onze países votaram a favor e dois se abstiveram (China e Egito). Além da Rússia, a Bolívia também foi contrária à proposta americana.

A Rússia é um dos cinco países com poder de veto no Conselho de Segurança da ONU. Além dela, têm o mesmo direito os Estados Unidos, a China, o Reino Unido e a França.


Arquivado em:MUNDO
ver EXAME
#armas químicas