O curta mais recente do diretor de 'Distrito 9' foi feito em um engine de videogame

Facebook
VKontakte
share_fav

O software Unity é mais conhecido como engine para criação de games, mas seus criadores querem se certificar de que o mundo saiba de sua versatilidade. Para tanto, contaram com ajuda do diretor sul-africano Neill Blomkamp, conhecido pelo aclamado filme de ficção de científica Distrito 9, de 2009.

O resultado são dois curtas de ficção científica distópica chamados Adam: The Mirror e Adam: The Prophet, ambos dirigidos por Blomkamp. Seu estúdio recém-fundado chamado Oats Studios – Adam: Chapter 1 ,produzido pela equipe de demonstrações da Unity, um curta de 10 minutos criado para mostrar os impressionantes pontos fortes do engine com imagens geradas por computador e renderização em tempo real. Tamanha beleza rendeu um Webby Award em 2016 na categoria Animação de Marca. Com a participação de Blompkamp, porém, o software ganha uns pontinhos com Hollywood.

Adam: The Mirror

As películas contam história de um robô confrontado com a pessoa que ele fora no passado. Adam: The Mirror foi lançado na íntegra hoje e você pode conferir acima. Já Adam: The Prophet sairá em algum momento do mês que vem.

O pessoal do Unity, por sua vez, espera que o projeto permita que o software se distancie do "estigma" de engine para games.

"É um engine de tempo real e não há forma correta de usar o Unity", comentou Isabelle Riva, chefe do programa "Made With Unity", em entrevista ao site Polygon . "Creio que por ser tão expansível e permitir que as pessoas façam diversas coisas com ele, acaba por ser conhecido como um programa generalista."

ver Vice Brasil
#filme
#unity
#neill blomkamp
#adam
#distrito 9