Tem um pessoal que realmente sente tesão pelo palhaço de 'It'

Facebook
VKontakte
share_fav

Para quem não sabe, as "confissões no Tumblr" são basicamente um tipo de diário colaborativo – um lugar onde adolescentes podem fazer um texto romântico fofo, postar numa caixa anônima, e tê-lo imortalizado num blog para o mundo inteiro ver alguns dias depois. A maioria das confissões do Tumblr são sobre Ed Sheeran ou One Direction – celebridades pensadas especificamente para serem o mais afrodisíacas possível para os jovens. Sabe, um lugar privativo para ser poético sobre as tatuagens do Harry Styles.

Mas claro, o Pennywise Confessions é um pouco diferente. Depois que It: A Coisa estreou nos cinemas, o blog apareceu nas entranhas da internet como o lugar para confessar toda sua lascívia com Pennywise, o Palhaço Dançarino – o monstro horrível do universo de It do Stephen King. O que é bem estranho, porque o Pennywise parece um cara muito, muito perturbado para se compartilhar qualquer intimidade. No filme, ele arranca membros de crianças com dentes pontiagudos e fala com uma voz aguda bizarra. E mesmo assim...

"Quero que o Pennywise entre no meu quarto à noite, me segure pelo pescoço e me coma enquanto me olha com aqueles olhos amarelos loucos." Essa é uma das primeiras confissões postadas no blog.

"Imagine o Pennywise sabendo que você tem uma tara em body horror e te comendo com os dentes aparecendo, talvez enfiados no seu ombro, com as garras rasgando a cama embaixo de você", diz outra, postada no mesmo dia.

Você sacou a ideia. O tumblr Pennywise Confessions é o epicentro de um novo gênero de kink – uma chance de encontrar solidariedade entre homens e mulheres pensando com luxúria sobre um palhaço assassino. A dona do tumblr é uma moça de 25 anos do Havaí chamada Sarah, e ela diz que começou a desenvolver sentimentos sexuais sobre o Pennywise logo depois de sair do cinema. "Saí me sentindo inexplicavelmente atraída pelo personagem. Chegando em casa, explorei as tags do Tumblr e fiquei feliz em ver que não era a única se sentindo assim", ela diz. "Notei que havia muita reação negativa sobre essa atração, então decidi criar um 'espaço seguro' para pessoas que querem liberar esses sentimentos."

Via Pennywise Confessions.

Quem entrou na internet depois da estreia de It, que quebrou o recorde de bilheteria de US$ 123,1 milhões logo na primeira semana, provavelmente viu alguma versão dessa conversa. Procure por "I want to fuck Pennywise" no Twitter ou Google e você vai achar um debate acalorado entre pessoas que curtiram pacas a ideia do palhaço fantasmagórico metelão, e outros que consideram isso o fracasso final de uma civilização que se afundou demais em memes e cinismo. E pra deixar claro, tem muita gente por aí defendendo esse cenário hipotético horripilante porque acha engraçado e ousado. Sarah diz que recebe muitas postagens de trolls em seu inbox, e tenta fazer o possível para podá-las.

"Sigo uma regra: se a confissão é completamente ultrajante ou me faz rir, provavelmente é de um troll", ela diz. "Um exemplo: 'Quero que o Pennywise enfie até as bolas enquanto olha para baixo com aqueles olhos de peixe morto' é algo que eu classificaria como trolagem. Primeiro, me fez rir, segundo, está tirando sarro do personagem. Mas posso estar errada."

Talvez pareça estranho, mas é tão chocante assim que uma comunidade tenha encontrado algo lascivo em Pennywise? Ícones do terror são recontextualizados como sex symbols desde Drácula. Agora o Babadook é um ícone queer apesar de ser um horror sobrenatural de outra dimensão. A internet obviamente facilitou encontrar gente que pensa igual a você, mas a fetichização do Pennywise não é novidade. "Não é surpresa que as pessoas estejam tomando a iniciativa de sexualizar vilões de filme de terror, mesmo que isso não esteja implícito no filme", diz Sarah. "Contrastar força e perigo contra a fragilidade natural da humanidade parece fascinar cineastas e fãs no mesmo grau."


Via Pennywise Confessions.

Na verdade, não está completamente claro se esse lado sexual recém-descoberto de Pennywise realmente não é intencional. Como muita gente notou, Bill Skarsgård, o ator que interpreta o Pennywise, é bem-apessoado – ou "sexy" como a Entertainment Weekly e, hum, o Business Insider colocaram. (O E! Online foi mais longe e chamou o cara de "gostoso pacas".) Ele tem as maçãs do rosto definidas, lábios carnudos e é muito estiloso, e a Sarah aponta que sua beleza natural pode ser responsável por "uma porção das pessoas se vendo confusamente atraídas pelo Pennywise". Tim Curry é um gênio, mas ele trazia uma coisa meio palhaço Krusty na sua atuação na minissérie It de 1990. Pode parecer estranho, mas o novo Pennywise é mais bonito mesmo.

E como tal, gente como Rebecca Jane Stokes, escritora de amor e sexo do yourtango.com, está escrevendo sobre como sua atração por Skarsgård persistiu, mesmo enquanto ele assassinava criancinhas na tela. Por e-mail, ela me disse que o romance original de Stephen King sempre teve um lado psicossexual, especialmente considerando a cena de orgia adolescente que, sem surpresa, ignoraram na adaptação para o cinema. "Faria sentido escalar alguém com um tipo de apelo para o papel [do Pennywise]", diz Stokes. "Você tem que ser atraente e carismático até certo ponto se vai atrair crianças para um inferno num boeiro."

Vai saber até quando o Pennywise Confessions vai continuar ativo. Como a maior parte das modinhas, a fascinação com It eventualmente vai esfriar, e o mundo vai achar outro filme de terror boshiniano com o qual fantasiar. Mas por enquanto, pessoas como a Sarah vão continuar curtindo suas fantasias com o palhaço demoníaco. Em alguns anos, o segundo capítulo da franquia It chega aos cinemas. Muita gente vai fazer outra jornada terrível até as profundezas do inferno, outras vão ganhar mais material para suas fanfics eróticas. O melhor dos dois mundos.

"Alguém no Tumblr disse algo assim: 'A verdade é que as pessoas sempre quiseram transar com monstros'", diz Sarah. "'Agora os cineastas estão finalmente sacando isso.'"

Siga o Luke no Twitter .

Siga a VICE Brasil no , Twitter e Instagram.

ver Vice Brasil
#filme
#fetiche
#tesão
#it a coisa
#cinema