México luta contra o tempo para resgatar sobreviventes

Facebook
VKontakte
share_fav

Primeiro, o silêncio, e aquele punho erguido que já se tornou característico. Depois os aplausos, os gritos de “¡Sí se puede!”. Ivonne e Patricia saíam de maca, levadas em triunfo pelo grupo de toupeiras que as resgatou do que havia sido o segundo andar de um edifício derrubado no bairro Roma, um dos mais afetados pelo terremoto da terça-feira na Cidade do México. Após 12 horas sob uma mesa e toneladas de escombros, as duas secretárias saíam à luz entre as lágrimas de todos, os que arriscaram a vida e os que haviam carregado entulho e remédios durante horas. Mais de 50 pessoas já foram resgatadas com vida depois do tremor. Prossegue a luta contra o relógio para encontrar sobreviventes.

ver El País
#sismos
#cidade méxico
#emergências
#resgate vítimas
#desastres
#desastres naturais
#méxico
#terremotos
#sismos méxico 2017