O papa Francisco, a paz e a divisão da Igreja

Facebook
VKontakte
share_fav

O papa Francisco chegou à Colômbia nesta quarta-feira com o desafio de apoiar o processo de reconciliação da sociedade e da classe política, muito divididas em torno do acordo de paz com a antiga guerrilha das FARC, que abandonou as armas após mais de meio século de conflito e se tornou um partido legal. Mas essa meta de convivência começa precisamente na Igreja do país e na própria comunidade católica, que vive essa nova etapa em meio a uma profunda polarização. A Colômbia possui, pelo menos segundo as estatísticas, uma pocentagem muito elevada de fiéis. De seus 49 milhões de habitantes, mais de 45 milhões são batizados. Na hierarquia católica e nas bases, contudo, as sensibilidades são conflitantes e as opiniões divergem sobre a integração da organização insurgente ao sistema. Nesse contexto, Jorge Mario Bergoglio porá seus seguidores diante do espelho.

ver El País
#guerra
#grupos terroristas
#conflictos armados
#clero
#cristianismo
#processo paz colômbia
#conflicto colombia
#guerrilhas
#processo paz
#gobierno colombia
#papa
#governo
#conflitos
#farc
#jorge mario bergoglio