Nintendo Switch Online — o barato pode sair meio caro

Facebook
VKontakte
share_fav

Laguna_Splatoon_Hori_Switch_chat

laguna_nintendo_switch_online

A Nintendo finalmente revelou os termos do serviço online do Nintendo Switch. O primeiro detalhe que chama a atenção na Nintendo Switch Online (!) é o valor competitivo frente à Xbox Live e PlayStation Network: enquanto estes cobram 60 dólares por ano, a Big N só vai cobrar um terço desse valor.

Isso mesmo, quando a rede da Nintendo for lançada em 2018, os jogadores do console híbrido terão que desembolsar apenas US$ 19,99 ao ano para continuarem jogando online títulos como ARMS, Bomberman R e Splatoon 2. Entre as vantagens dos usuários pagantes, eles terão acesso total à biblioteca de jogos do NES e SNES que será disponibilizada na Nintendo Switch Online. E alguns desses jogos clássicos terão multiplayer online. Imagine a emoção de jogar, mais uma vez, Super Mario Bros. 3 mas agora com alguém do outro lado do mundo?

Pois bem, além da jogatina online no Switch, o novo serviço também permitirá algo inédito nos consoles Nintendo: o chat por voz. E é aí que mora a pegadinha.

Devido à natureza híbrida do Nintendo Switch, ele não oferece entrada de áudio exclusiva para voice chat. O console também não dá suporte à headsets Bluetooth, para não haver interferência com os outros controles. E, por causa dos sensores de movimento, a Nintendo sequer incluiu um conector dedicado nos Joy-Cons como a Microsoft e Sony fizeram nos controles dos atuais Xbox e PlayStation. Como vamos conversar com o povo lá na Nintendo Switch Online?

Através de um aplicativo para smartphones. Isso mesmo: para se enturmar com os outros jogadores online, a Nintendo quer que você fique com o smartphone ao lado. Não chega a ser um sacrifício grande, tendo em vista que levamos nossos celulares para cima e para baixo conosco, mas tem uma coisa me incomodando muito aqui.

Normalmente, num jogo online do Xbox ou PlayStation, o áudio do voice chat é integrado ao do jogo pelo conector dedicado no controle. Ou o áudio do voice chat vai para a TV caso você não tenha um headset conectado ao controle.

No caso do Nintendo Switch aparentemente teremos uma senhora gambiarra um arranjo técnico para ambos os áudios serem combinados. Foi o que a Hori, tradicional fabricante japonesa de acessórios, anunciou para acompanhar o lançamento do Splatoon 2 no Japão (dia 21 de julho).

Laguna_Splatoon_Hori_Switch_chat

Temos um headset conectado ao misturador de áudio e este combina o áudio vindo do smartphone (voice chat) com o áudio do console. Não sei vocês, mas eu prefiro o menor número possível de cabos saindo de um console. Aliás é bom lembrar que todos os cabos conectados são de áudio analógico. O que fazer quando o smartphone não tiver a saída de áudio analógica?

Minha sugestão seria comprar um pequeno headset Bluetooth e um headphone maior, combinando-os de algum jeito para ouvir o áudio do jogo e o voice chat ao mesmo tempo. Na boa, o tio Laguna especula que a Nintendo vê o voice chat como sendo um produto para um público de nicho. Duvido muito que tenham uma solução melhor, mas como nem o serviço e nem o aplicativo foram lançados, ainda é cedo para dizer se o caminho adotado será o desse arranjo técnico tão bizarro.

Fontes: Ars Technica e Polygon.

The post Nintendo Switch Online — o barato pode sair meio caro appeared first on Meio Bit.

ver Meio Bit
#nintendo
#hori
#arms
#splatoon 2
#super bomberman r
#nintendo switch online service
#gambiarra
#arranjo técnico
#nintendo switch online
#us 20
#voice chat