Espanha aprova exumação dos restos mortais do ditador Franco

Facebook
VKontakte
share_fav

Os restos mortais de Francisco Franco, o ditador que entre 1939 e 1975 impôs na Espanha um regime repressivo apoiado no terror e no ultraconservadorismo social e político, encontram-se a uma hora de carro do centro de Madri. Para sermos mais exatos, estão logo depois da loja de presentes, depois das estátuas de anjos com espadas e uma tapeçaria com os quatro cavaleiros do apocalipse. Não muito longe dali há uma cruz de 150 metros de altura. Tudo foi construído, pelo menos a maior parte, por milhares presos que haviam confrontado o regime de Franco em algum momento de suas vidas. Aqui no mausoléu do Vale dos Caídos, nesta meca para turistas mórbidos e para os cada vez menos numerosos simpatizantes do franquismo, o ditador pretendia passar à eternidade. Agora, o Parlamento espanhol decidiu que tem outros planos.

ver El País
#medicina
#francisco franco
#reservas naturais
#servicios funerarios
#cemitérios
#investigação judicial
#comunidade de madrid
#medicina forense
#casos por resolver
#equipamento urbano
#el pardo
#ley memoria histórica
#exumações
#legislação espanhola