4 motivos para assistir a “13 Reasons Why”

Facebook
VKontakte
share_fav

Showmetech

3 motivos para assistir a

Estes são apenas alguns dos culpados pelo suicídio da protagonista de “13 Reasons Why”

Nesta sexta-feira (31), chega às telinhas a nova produção da Netflix, “13 Reasons Why”. Baseado em livro homônimo, a série dramática trata da decisão da adolescente Hannah Baker de cometer suicídio. A estudante, então, deixa fitas cassetes para cada pessoa que, de alguma maneira, foi responsável por sua atitude. São 13 fitas e, portanto, 13 culpados. Há apenas um porém: para entender como tudo de fato se desenrolou, essas pessoas terão que se unir e juntar as peças deixadas pela protagonista em cada uma das fitas.

O seriado é classificado como teen, mas, se você já passou dos 16 anos, não deve cometer o erro de ignorá-lo. Na verdade, existem, pelo menos, 4 motivos para assistir a “13 Reasons Why”. Confira:

1. É muito fiel ao livro

Se você já é fã do livro, a série vai te agradar com certeza

“Os 13 Porquês”, título que o romance de Jay Asher recebeu no Brasil, foi um dos best-sellers do jornal New York Times, em 2011. E, se você já esta familiarizado com a estrutura do livro, fique sabendo que a série seguirá esse mesmo formato: direto ao ponto.

Clay Jensen, interpretado por Dylan Minnette, é o personagem que nos guia pelas pistas deixadas por sua amiga Hannah. Cada episódio, como acontece na publicação, é dedicado a uma parte das fitas e, portanto, a um dos 13 personagens. E a série consegue trabalhar muito bem a expectativa do espectador para entender quem é o tema daquela fita e, afinal, o que ele fez para magoar a protagonista.

Em outras palavras, se você gostou do livro, a série não deve te decepcionar.

2. Só tem gente boa envolvida no projeto

Ganhador do Oscar de Melhor Filme e Melhor Roteiro em 2016, o diretor de “Spotlight” Tom McCarthy comanda a produção nos primeiros episódios. A produção executiva também fica a cargo do cineasta Steve Golin, que fez parte da equipe do longa protagonizado por Mark Ruffalo e Rachel McAdams.

Mas destaque para a participação de Selena Gomez na produção. Em 2011, quando o Universal Studios, comprou os direitos da obra literária, a cantora era cotada para interpretar Hannah. Mas, com o projeto ficando no papel, Gomez entra como produtora executiva e, ainda, canta a música tema de “13 Reasons Why”.

3. A trilha sonora está muito boa

Além de “Only You”, a trilha que embala a série está bem bacana. São, no total, 13 canções, entre elas “Love Will Tear Us Apart”, do Joy Division, e “Fascination Street”, do The Cure. Há, inclusive, uma versão acústica de “Kill’Em With Kindness”, sucesso de Selena Gomez.

Não acredita? Então ouça todas elas clicando aqui.

4. Trata de assuntos sérios

4 motivos para assistir a

O suicídio é apenas uma das questões sociais retratadas na série

A premissa da série, por si só, já é densa. Afinal, falar sobre suicídio entre os jovens não é tarefa fácil. Porém, a série não se limita apenas a essa discussão.

Seguindo o padrão dos dramas adolescentes, “13 Reasons Why” trabalha com os esteriótipos clássicos dos estudantes do Ensino Médio, como o atleta metido, a jovem tímida e o misterioso aluno novo. Só que, aqui, esses personagens ganham mais profundidade. A partir deles, se discute alguns estigmas sociais, como o machismo e a invasão de privacidade, sob diferentes pontos de vista.

Em outras palavras, é uma produção que promove reflexões muito atuais.

Ficou interessado? Deixe sua opinião nos comentários!

O post 4 motivos para assistir a “13 Reasons Why” apareceu primeiro em Showmetech, escrito por Mariana Canhisares.

ver Showmetech
#livros
#selena gomez
#cultura geek
#the cure
#joy division
#séries
#13 reasons why
#selena gomez 13 reasons why
#selena gomez only you
#13 reasons why netflix
#13 reasons why jay asher
#13 reasons why livro
#clay jensen
#clay jensen 13 reasons why
#dylan minnette
#fascination street
#hannah baker
#hannah baker 13 reasons why
#kill’em with kindness
#love will tear us apart
#motivos para assistir 13 reasons why
#os 13 porquês
#os 13 porquês livro
#steve golin
#tom mccarthy