Petrobras reduzirá subsídio para gás de cozinha, que deve ficar mais caro

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Petróleo e Gás
gas_de_cozinha_botijoes.jpg
Jornal GGN - A Petrobras prepara um reajuste no preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de cozinha, que deverá afetar o preço final do produto, utilizado por 96% das famílias de todo o país.
De acordo com o jornal o Estado de S. Paulo, a empresa chegou ao entendimento de que, após anos de uma política de subsídios, o mercado realizou seus reajustes por conta própria, impactando o consumidor final.
Entre 2003 e 2016, o preço cobrado pelas revendedoras teve reajuste médio de 89%, saindo de R$ 29,35 para R$ 55,60 por botijão de 13 quilos. Já o aumento acumulado pela Petrobras foi de 16,4% no mesmo período, com 12 anos sem reajuste do preço do gás comercializado pela estatal.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#destaque principal
#petróleo e gás
#sala
#gás de cozinha
#gás liquefeito de petróleo