MWC 2017 — Alcatel A5 LED, o smartphone pronto para a balada

Facebook
VKontakte
share_fav

A Alcatel também foi para a MWC 2017 com a sacolinha cheia e apresentou cinco novos dispositivos móveis: os intermediáriosA3 e A5 LED, sendo este o primeiro com uma traseira coberta por LEDs interativos, o de entrada U5, o tablet híbrido PLUS 12 e uma nova versão do top de linha Idol 4S, só que rodando Windows 10 Mobile.

A principal atração da Alcatel é de fato o A5 LED, um smartphone de configurações medianas mas que chama a atenção por causa de sua parte traseira. Elas são configuráveis e além da óbvia função de se mexerem durante a execução de música, elas podem piscar em cores e padrões diferente de acordo com as notificações. Através do software proprietário Color Catcher 2.0, o usuário poderá arranjar como os LEDs deverão se comportar para cada mensagem enviada pelas redes sociais.

A traseira no entanto é um “módulo” removível, e a Alcatel exibiu inclusive um upgrade de bateria e uma capa interativa; no entanto é bem provável que a fabricante chinesa não pretenda seguir o caminho da Lenovo com a linha Moto Z, e muito provavelmente não veremos acessórios do tipo para o A5 LED.

O display é um LCD IPS de 5,2 polegadas com resolução HD (282 ppi), e por dentro o A5 LED conta com um SoC MT6753 da MediaTek, octa-core Cortex-A53 com clock de 1m5 GHz e Mali-T720MP3, 2 GB de RAM, 16 GB de espaço interno (expansível até 32 GB via Micro-SD), câmera principal de 16 megapixels com autofoco, Flash LED Dual Tone, HDR e que filma em 1080p a 30 fps, câmera selfie de 5 MP com Flash LED, Bluetooth 4.2, BLE, A-GPS, bateria de 2.800 mAh e Android 6.0 Marshmallow. Bem mediano, como se pode notar.

O A3 por sua vez possui um hardware ainda mais modesto, com SoC MediaTek MT6737, quad-core Cortex-A53 com clock de 1,25 GHz e GPU Mali-T720MP2, 1,5 GB de RAM, 16 GB de espaço interno (expansível até 32 GB via Micro-SD), display IPS de 5″ com resolução HD (294 ppi), bateria de 2.460 mAh e novamente Android 6.0 Marshmallow.

No entanto ele é voltado para os millennials que não passam um dia sem tirar fotos, logo sua câmera é melhor que a presente no A5 LED: a principal possui sensor de 13 MP, abertura f/2,0, autofoco, Flash LED, HDR e filma em 1080p a 30 fps; a câmera selfie é a mesma do irmão maior, de 5 MP com Flash LED.

Temos ainda o U3, o “pobre porém limpinho” da linha 2017 da Alcatel. Ele é um dispositivo de entrada com especificações bem baixas, contando com um SoC Mediatek MT6737M, quad-core Cortex-A53 com clock de 1,1 GHz e GPU Mali-T720MP2, 1 GB de RAM, 8 GB de espaço interno (expansível até 32 GB via Micro-SD), display de 5 polegadas com resolução de 854 x 480 pixels (196 ppi), câmera principal de 5 MP e selfie de 2 MP (ambas com Flash LED), botões físicos para Home, Voltar e Menu ao invés de virtuais, Bluetooth 4.2, A-GPS, bateria de 2.050 mAh e mais uma vez, Android 6.0 Marshmallow.

Ele é basicamente a versão Alcatel do Moto E da Lenovo, se este ainda existisse.

A Alcatel não apresentou apenas smartphones: o tablet híbrido PLUS 12, embora rode Windows 10 Home ele não é uma máquina de ponta, sendo indicado para profissionais em usos pontuais, como da suíte Office e outros programas simples. Ele é equipado com um processador Intel Celeron N3350, dual-core com clock de 1,1 GHz e boost até 2,4 GHz, 4 GB de RAM, 64 GB de espaço interno (32 GB via eMMC e o restante de um Micro-SD que acompanha o tablet), display de 11,6″ com resolução Full HD (190 ppi), câmera frontal de 5 MP que filma em Full HD (ideal para transmissões do Skype), sensor biométrico, Bluetooth 4.2, A-GPS e bateria de 6.900 mAh.

O teclado por sua vez confere mais funções ao PLUS 12 como mais energia, uma porta USB-A adicional além da Type-C e de forma bizarra… conexão 4G/LTE cat.4. Sim, em modo tablet ele só pode sew conectar via Wi-Fi.

Correndo totalmente por fora há o Idol 4 Pro, uma versão de seu top de linha Idol 4S (um Idol 4 turbinado) que ao invés de Android, roda Windows 10 Mobile. Os rumores circulavam há algum tempo e a confirmação só veio agora, no entanto ele é um aparelho segundo a Alcatel voltado apenas para a Europa, bem como será posicionado como um produto de nicho para o mercado corporativo. Do jeito de a Microsoft gosta.

As especificações são um pouco melhores no entanto: SoC Snapdragon 820 da Qualcomm, quad-core Kryo com dois núcleos de 2,15 GHz, dois de 1,6 GHz e GPU Adreno 530, 4 GB de RAM, 64 GB de espaço interno (expansível até 256 GB via Micro-SD), display AMOLED de 5,5″ com resolução Full HD (401 ppi), câmera principal de 21 MP com autofoco de detecção de fase, Flash LED Dual-Tone, HDR e que filma em 4K a 30 fps, câmera selfie de 8 MP com Flash LED e que filma em 1080p, Bluetooth 4.2, BLE, A-GPS, porta USB-C e bateria de 3.000 mAh.

A Alcatel não revelou preços nem datas, mas adiantou que os A5 LED e A3 serão lançados no Brasil em substituição à linha Pop. Vamos aguardar.

The post MWC 2017 — Alcatel A5 LED, o smartphone pronto para a balada appeared first on Meio Bit.

ver Meio Bit
#smartphones
#mwc
#windows 10
#marshmallow
#mediatek
#tablets
#windows 10 mobile
#mwc 2017
#alcatel
#híbridos
#tcl
#alcatel a3
#alcatel a5 led
#alcatel u5
#alcatel idol 4 pro
#alcatel plus 12