Gatito pega três e Botafogo avança nos pênaltis contra o Olímpia

Facebook
VKontakte
share_fav
Victor Luiz marcou de pênalti para o Botafogo (Foto: Vitor Silva/SS Press)

O Botafogo sofreu, mas conseguiu a classificação para a Fase de Grupos da Libertadores. Nesta quarta-feira, os cariocas foram derrotados por 1 a 0 no tempo normal pelo Olímpia-PAR, mas contaram com o goleiro Gatito Fernández inspirado na decisão por pênaltis para vencer por 3 a 1 e eliminar os paraguaios no Defensores del Chaco.

No tempo normal, o Botafogo conseguiu segurar o ímpeto do Olímpia no primeiro tempo. No entanto, na etapa final, os cariocas sofreram com a pressão dos paraguaios, que marcaram com Montenegro e levaram o confronto para a decisão por pênaltis.

Só que, na decisão por pênaltis, o goleiro Gatito Fernández, que havia entrado no lugar do contundido Helton Leite, foi o grande herói. O arqueiro paraguaio calou seus compatriotas ao defender três das quatro penalidades do Olímpia. Do lado do Botafogo, Camilo, Rodrigo Pimpão e Victor Luís colocaram as bolas nas redes.

Na próxima fase, o Botafogo estará no Grupo 1, ao lado do atual campeão Atlético Nacional-COL, Barcelona de Guayaquil-EQU e Estudiantes-ARG. Os alvinegros vão estrear contra os argentinos, ainda sem data definida.

O JOGO

Victor Luiz marcou de pênalti para o Botafogo (Foto: Vitor Silva/SS Press)

Victor Luiz marcou de pênalti para o Botafogo (Foto: Vitor Silva/SS Press)

O Olímpia começou a partida tentando pressionar o Botafogo, principalmente em bolas levantadas na área. No entanto, o goleiro Helton leite não foi exigido. Com isso, os cariocas passaram a ter confiança para avançar nos contra-ataques. Os brasileiros assustaram aos 16 minutos, em chute de longe de Victor Luís que foi defendido com segurança pelo goleiro paraguaio Azcona.

A resposta dos donos da casa só aconteceu aos 24 minutos. O meia Ortiz arriscou de fora da área, mas parou em boa defesa de Helton Leite. A dificuldade do Olímpia em criar boas jogadas fez a torcida começar a ficar impaciente com a equipe e as primeiras vaias passaram a ser ouvidas no estádio.

Na parte final, o confronto ficou nervoso, com os jogadores mais irritados. O Olímpia, neste período, só ameaçou em uma bola levantada na área. Já o Botafogo finalizou com Rodrigo Pimpão. Antes do intervalo, os donos da casa tiveram a melhor chance do primeiro tempo em chute de fora da área de Ortiz que parou em grande defesa de Helton Leite.

No segundo tempo, o Olímpia voltou melhor e conseguiu pressionar o Botafogo. Tanto que os paraguaios quase abriram o placar aos três minutos, em chute de Fernandez que passou próximo ao gol carioca. O lance animou os donos da casa, que permaneceram rondando a área nos minutos seguintes.

O panorama da partida permanecia o mesmo, com os donos da casa tendo o controle do jogo. O Olímpia voltou a assustar aos 26 minutos. Após cruzamento na área, Bogado apareceu livre, mas cabeceou pela linha de fundo.

O Botafogo só conseguiu criar sua primeira boa chance na etapa final aos 28 minutos. Rodrigo Pimpão foi lançado, mas viu o goleiro Azcona sair do gol para salvar os paraguaios e tirar o perigo. No entanto, o Olímpia respondeu no minuto seguinte, em chute de Ortiz que parou em defesa de Gatito Fernandez, que entrou no lugar de Helton Leite, lesionado.

De tanto insistir, o Olímpia abriu o placar aos 34 minutos. Após boa troca de passes, a bola chegou em Montenegro, que chutou cruzado, sem chance para Gatito Fernández.

Depois do revés, o Botafogo conseguiu equilibrar o jogo. Os cariocas tentaram chegar com perigo ao ataque, sem sucesso, mas impediram uma pressão final do Olímpia. Assim, o confronto foi ser decidido nos pênaltis.

No duelo, quem brilhou foi o goleiro Gatito Fernández, que defendeu três das quatro cobranças paraguaios e assegurou a classificação do Botafogo a Fase de Grupos da Libertadores.

FICHA TÉCNICA
OLIMPIA-PAR 1 (1) X 0 (3) BOTAFOGO

Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai)
Data: 22 de fevereiro de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Julio Bascuñan (Chile)
Assistentes: Christian Schiemann (Chile) e Marcelo Barraza (Chile)
Cartões amarelos: Alexis Fernández (Olímpia); Marcelo, Bruno Silva e Joel Carli (Botafogo)

GOL:
OLÍMPIA: Montenegro, aos 34min do segundo tempo

OLIMPIA: Librado Azcona, Rodi Ferreira, Jorge Cañete (Walter Bogado), Hernán Pellerano e Fernando Gimánez; Alexis Fernández (Roque Santa Cruz), Cristian Riveros (Jorge Mendoza), Richardo Ortíz e Julián Benítez; Pablo Mouche e Brian Montenegro
Técnico: Pablo Repetto

BOTAFOGO: Helton Leite (Gatito Fernandez), Marcelo, Joel Carli, Emerson Silva e Víctor Luís; Aírton (Guilherme), Bruno Silva, Matheus Fernandes (Gilson), João Paulo e Camilo; Rodrigo Pimpão
Técnico: Jair Ventura

O post Gatito pega três e Botafogo avança nos pênaltis contra o Olímpia apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva - Futebol internacional
#olimpia
#botafogo