Os seriados são, sim, para os mais velhos

Facebook
VKontakte
share_fav

O que ocorreu na série Ray Donovan foi algo extraordinário. Apesar da tentativa de continuar a venerável tradição dos protagonistas brancos de meia idade em crise de identidade (como Tony Soprano, Don Draper, Walter White), em uma época em que se questiona exatamente essa centralidade heteropatriarcal (com Orange Is The New Black e Transparent como símbolos dessa crise necessária), o personagem encarnado pelo cinquentão Liev Schreiber foi literalmente devorado por seu pai, Mickey Donovan, interpretado por um Jon Voight que está prestes a completar 80 anos. Eu, pessoalmente, acho que por isso não o mataram (é spoiler revelar que alguém não morre?), nestas quatro temporadas. Porque ele se tornou imprescindível. Estamos muito menos interessados no filho monolítico do que no pai crepuscular. A satisfatória tradição dos protagonistas de meia idade afinal se tornou senil.

ver El País
#sexualidade
#identidade sexual
#meios comunicação
#artes cênicas
#gêneros séries
#séries tv
#programa tv
#transexualidade
#série comédia
#espetáculos
#atores
#terceira idade