MacBooks Pro com Touch Bar são restringidos ou completamente banidos em provas da Ordem dos Advogados nos EUA

Facebook
VKontakte
share_fav
Spark para Mac com suporte à Touch Bar

Na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, a banca examinadora da Ordem dos Advogados publicou um aviso pedindo que candidatos com o mais novo MacBook Pro “desativem” a Touch Bar.

Este é um aviso para todos os candidatos que usarão seu laptop na prova da Ordem dos Advogados da Carolina do Norte em fevereiro de 2017. Se você planeja usar a versão mais recente do MacBook Pro com Touch Bar, será necessário desativar a Touch Bar antes de entrar na área onde será realizada a prova.

Por lá, é permitido que os candidatos levem seus próprios dispositivos para realizarem a prova. Então, se fez necessário o aviso para que ninguém seja prejudicado.

Depois do aviso, seguiram com instruções de como “desativar” a Touch Bar. Na verdade, o que eles pedem para o candidato fazer é simplesmente deixar a barra não completamente desabilitada, mas sem a personalização dos apps, ou seja, apenas mostrando as teclas de funções, como um teclado comum.

Como relata o 9to5Mac, o membro da banca Brian Szontagh disse em um email que os candidatos são *obrigados* a fazer esse procedimento, pois se não for feito, isso “pode comprometer a integridade e segurança da prova”.

É claro, toda essa medida seria para evitar que pessoas possam utilizar a Touch Bar para trapacear e obter ali informações que ajudem na prova (o famigerado ato de “colar”).

A empresa que disponibiliza o software para a realização desse tipo de prova terá técnicos em cada sala e se certificará de que realmente as Touch Bars estão em modo função. Esse procedimento será necessário pois o ExamSoft, que bloqueia o acesso a internet, arquivos e aplicativos, ainda não possui recursos para bloquear o acesso à Touch Bar nem para monitorar o uso dela.

Essa preocupação é tão grande que, na Califórnia, a banca foi ainda mais além, banindo completamente o uso de MacBooks Pro com Touch Bar, como citou o MacRumors.

O Comitê de Examinadores foi informado de que o laptop MacBook Pro com Touch Bar contém certas características embutidas que o tornam problemático para uso durante a aplicação da prova em fevereiro de 2017. Como resultado, os candidatos NÃO terão permissão para usar o laptop MacBook Pro com Touch Bar durante a prova de fevereiro de 2017.

Não é para menos: nós já vimos que há muito o que se pode fazer com a Touch Bar, principalmente se a pessoa souber trabalhar com códigos.

ver Mac Magazine
#prova
#exame
#macbook pro
#califórnia
#off-topic
#teste
#advogados
#advocacia
#ordem dos advogados
#touch bar
#carolina do norte
#colar
#ordem
#examsoft
#trapacear