Pesquisa: Apple teria vendido 2x mais aparelhos do que a Samsung neste Natal

Facebook
VKontakte
share_fav
Gráfico da Flurry com a ativação de aparelhos no Natal

O Natal é, sem dúvida, a data mais importante do comércio como um todo. Não é à toa que o principal trimestre fiscal da Apple é justamente o que engloba o fim do ano. A Flurry, como tradicionalmente faz, analisou os dados de ativação de telefones, tablets e apps durante a semana natalina — e o início de Chanucá (Festival das Luzes judaico) —, e chegou à seguinte conclusão:

Gráfico da Flurry com a ativação de aparelhos no Natal

A Apple conseguiu vender 2x mais dispositivos que a Samsung no período, sendo responsável, sozinha, por 44% (contra 21% da sul-coreana) das ativações de aparelhos; em terceiro lugar vem a Huawei (3%), seguida por LG, Amazon, Oppo, Xiaomi e Motorola (2% cada). O curioso, conforme apontou a Flurry, é que nem a Huawei nem a LG conseguiram emplacar um único smartphone na lista dos 35 mais ativados — mostrando que o poder delas está mesmo na diversidade, isto é, na oferta de aparelhos.

E cadê o Google nesta história? Bem, a gigante de buscas conta apenas com dois aparelhos atualmente (Pixel e Pixel XL), e não é do dia para a noite que vamos ver uma empresa (por maior que ela seja) desbancar gigantes que oferecem opções para quem quer pagar pouco e para quem busca algo mais premium. Chegar ao patamar de uma Samsung — que dirá de uma Apple, então — não é tarefa fácil! Isso, é claro, deixando completamente de lado a recepção que o aparelho teve ao ser lançado — como ele não tem a representatividade de um iPhone, os problemas aparecem na mídia

Voltando às vendas, a Flurry também analisou os dispositivos ativados de acordo com o tamanho de suas telas.

Gráfico da Flurry com a ativação de aparelhos no Natal

Aqui vemos claramente uma tendência: o crescimento dos phablets (smartphones com telas entre 5 e 6,9 polegadas) e a queda ou manutenção de todo o resto, que engloba tablets com telas grandes e pequenas, telefones com telas médias (de 3,5 a 4,9 polegadas) e com telas pequenas (até 3,4 polegadas).

E o crescimento não foi pouco, não: de 2015 para 2016, as ativações de phablets (onde entram os iPhones Plus) na pesquisa da Flurry cresceram 10 pontos percentuais; já as ativações de telefones com telas médias, os quais ainda dominam o mercado, caíram 9% — o resto basicamente manteve-se estável.

Mesmo com as “muitas reclamações” em torno do iPhone 7 (da falta de novidades que justificassem um upgrade para o novo aparelho), taí o resultado: parece que a Apple está numa pior.

ver Mac Magazine
#telefonia
#apps
#smartphones
#dispositivos
#tablets
#aparelhos
#ativação
#flurry
#phablets