Cinebiografia de Elis Regina estreia hoje nos cinemas

Facebook
VKontakte
share_fav

Cinebiografias de antigos gigantes da música sempre atraem.

Foto: Reprodução/Youtube

Foto: Reprodução/Youtube (Foto: Reprodução/Youtube)

Uma música não existe por si só. Por trás dela há um artista com muitas histórias, dilemas, dramas e momentos felizes que não chegam aos palcos nem às gravações. Ou seja, o tipo de coisa perfeito para ser contado num filme. Talvez seja por isso que boa parte das cinebiografias é ótima numa época em que roteiros originais estão cada vez mais escassos. A safra de 2016 traz artistas clássicos, e até um filme brasileiro com uma figura lendária da nossa música: Elis, que tem estreia prevista para 24 de novembro – enquanto ainda esperamos pela chegada aos nossos cinemas das obras sobre os jazzistas Miles Davis e Chet Baker.

Apesar de só agora entrar em circuito comercial, a cinebiografia da cantora Elis Regina (1945–1982) já participou do Festival de Gramado, em agosto. Andreia Horta ganhou o prêmio de melhor atriz pelo papel-título. É o primeiro longa-metragem de Hugo Prata, que trabalhou por anos em programas de TV, videoclipes e DVDs musicais. Ele leva à tela toda a trajetória de Elis, desde sua partida do Rio Grande do Sul na adolescência para ser a principal cantora da MPB até sua precoce morte, aos 36 anos. A reconstituição visual da época e dos personagens, sempre importante nesse tipo de produção, é outro ponto forte.

ver VIP
#filme
#elis regina
#estreia
#cinebiografia
#andreia horta