Apple estaria pesquisando formas de utilizar iPhones e Apple Watches para monitorar o Mal de Parkinson

Facebook
VKontakte
share_fav
App mPower do Mal de Parkinson sendo usado por idoso num iPhone

De acordo com a Fast Company, a Apple está pesquisando uma maneira de utilizar tanto o iPhone quanto o Apple Watch para “monitorar passivamente” dados de pacientes com o Mal de Parkinson.

Em junho, noticiamos que a Apple contratou Stephen Friend, um dos responsáveis pelo Parkinson mPower, um app desenvolvido com o ResearchKit que monitora qualquer pessoa (com a doença ou não) com a ajuda de questionários e sensores dos aparelhos a fim de reter um grande número de dados sobre a doença.

Pacientes com o Mal de Parkinson vão ao médico apenas de seis em seis meses para fazerem avaliações. Assim como explicou a neurologista Diana Blum à Fast Company, utilizar os iPhones como aparelhos de monitoramento diário pode ser ótimo para avaliar os sintomas de forma recorrente e ajudar no diagnóstico/tratamento.

“É possível utilizar a tecnologia móvel monitorar tremores e lentidão — e talvez até mesmo rigidez e equilíbrio, mas isso é mais complicado”, diz Blum. Alguns pacientes dela não têm tremores predominantes e seria mais difícil de rastrear com um smartphone. Mas para outros pacientes, monitorar a gravidade de seus tremores e sua velocidade de caminhada através de sensores embutidos no telefone poderia ser importante para observar sua condição entre as consultas.

Como fontes anônimas sugerem, além de a Maçã estar analisando a possibilidade de utilizar iPhones e Apple Watches para monitorar a doença em tempo real, ela também está recolhendo dados suficientes para provar a eficiência de seus dispositivos ao fazer isso.

Definitivamente, as iniciativas de saúde da Apple estão cada vez maiores e isso é realmente bom. Muito além de apenas capricho, mostra real preocupação em como os iDevices podem ser utilizados para melhorar cada vez mais as vidas de todos nós.

[via MacRumors]

ver Mac Magazine
#apple watch
#healthkit
#monitoramento
#dispositivos
#doença
#mal de parkinson
#researchkit
#pacientes
#monitorar