O roquenrrol de Odair José, por Aquiles Rique Reis

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Música

O roquenrrol de Odair José

por Aquiles Rique Reis

Em meu comentário sobre o CD Dia 16, titulado por mim “Odair José reinventado”, escrevi: “Odair José lançou seu 35o disco de músicas inéditas. Lá estão 12 faixas que ele criou para trilhar o caminho do rock’n’roll, deixando aflorar a sua porção roqueira”.

Continuei: “Decisão corajosa de um artista que aturou a pejorativa alcunha de ‘terror das empregadas’, nos anos 1970. À época, alguns de seus sucessos foram avassaladores, caso de ‘Vou Tirar Você Deste Lugar’ e ‘Pare de Tomar a Pílula’ (...)”.

E segui: “Cada rock composto e gravado por Odair José de alguma forma simboliza a vida cotidiana, com suas ilusões e dúvidas. Assim, não foi à toa que a formulação estética e existencial do CD como que ‘pediu’ instrumentistas que compactuassem o desejo de Odair José de trazer a saudável ‘sujeira’ do som roqueiro para os arranjos (...)”.

Neste disco, gravado em 2015, Odair José cercou-se de apenas três instrumentistas. E agora, menos de um ano depois – relançando-se como roqueiro –, estão com ele apenas dois dos três músicos responsáveis pelos instrumentais no CD anterior: Junior Freitas, que dividiu a guitarra com Odair e ainda tocou baixo, teclado e piano; e Caio Mancini, na bateria e na percussão.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#área do colunista
#aquiles rique reis
#gatos ratos
#odair josé
#roquenrrol