Maradona faz 56 anos, promete luta pelo futebol argentino e alfineta Juve

Facebook
VKontakte
share_fav
(Foto: Reprodução)

Um dos maiores jogadores da história do futebol, Diego Armando Maradona completa, neste domingo, 56 anos de idade. Maior ídolo da Argentina, o ex-camisa 10 gravou alguns vídeos em sua conta oficial no Facebook com mensagens direcionadas aos fãs.

Em um deles, destinado ao povo argentino e aos “maradonianos”, grupo que o idolatra de maneira religiosa, o Pibe se disse disposto a lutar para salvar o futebol argentino, em crise pelos 23 anos de jejum sem títulos de expressão e pela má fase nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

O Pibe comemorou aniversário ao lado de familiares em Dubai (Foto: Reprodução)

“Queria dizer aos argentinos que fiquem tranquilos, porque vou estar cada vez melhor e lutar pelo futebol argentino. Vou fazer de tudo para que a paixão volte à Argentina, porque o que essa gente quer matar é a paixão. E isso nos afeta, afeta o coração de cada argentina. E lutar para que a paixão seja sem violência, para que possamos ir com nossos filhos aos campos da Argentina”, falou Maradona, sentado numa poltrona de um confortável hotel em Dubai.

“Assim como lutei por 30 anos, às vezes sozinho, às vezes acompanhado, contra a Fifa, tenho a oportunidade de salvar os torcedores do futebol argentino e aos jogadores, que são aqueles que trazem a felicidade a todos os que têm paixão”, acrescentou o ídolo.

Aos napolitanos, crítica à Juve e a Higuaín

O Pibe gravou um outro vídeo, desta vez em italiano, direcionado aos torcedores do Napoli, clube onde o argentino construiu uma grande idolatria no final dos anos 80. Um dia depois da derrota da equipe para a Juventus, por 2 a 1, pelo Campeonato Italiano, Maradona se disse “triste”, mas garantiu que o Napoli de sua época golearia a atual equipe da Juve.

“Faço 56 anos, e com tristeza porque o Napoli perdeu para a Juve. Mas nós, seguramente, contra essa Juve, faríamos uns quatro gols. Isso vocês sabem. E se não sabem, perguntem ao seu pai se não faríamos quatro gols nesta Juve. Esta não é aquela que jogava contra nós”, falou o Pibe, que também alfinetou o compatriota Higuaín. No início da temporada, ele trocou o Napoli pela Juve em transferência milionária e marcou o gol da vitória bianconera neste sábado.

“E a mim não me importa o que fez Higuaín. Que ele continue fazendo sua estrada. Eu fico tranquilo porque nunca traí a camisa do Napoli, e o meu coração é napolitano”, finalizou o Pibe, bicampeão nacional pela equipe do Sul da Itália, em 1987 e 1990, e campeão da Copa da Uefa em 1989.

O post Maradona faz 56 anos, promete luta pelo futebol argentino e alfineta Juve apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva - Futebol internacional
#juventus
#napoli
#higuaín
#maradona
#pibe