Evento especial: Apple foca em acessibilidade e mostra novidades para a Apple TV

Facebook
VKontakte
share_fav
Tim Cook no evento da Apple

Acessibilidade. Foi assim que começou o evento especial da Apple de hoje.

Tim Cook no evento da Apple

Tim Cook subiu ao palco e apresentou a primeira novidade do dia: uma nova página criada pela Apple abordando o tema de uma forma bastante completa — um reflexo que destaca o quanto a empresa se esforça para melhorar o acesso a seus produtos, independentemente da deficiência que a pessoa tenha. Cook acredita que, quando as pessoas têm acesso a produtos como os da Apple, elas podem contribuir para a evolução da humanidade.

Um desses produtos é, obviamente, o iPhone. E Cook falou um pouco sobre os recém-lançados iPhones 7/7 Plus, destacando alguns comentários positivos sobre os novos aparelhos.

Fotos são um fator determinante no aparelho, a prova disso é que o novo recurso Memórias (Memories) do Fotos do iOS, que facilita bastante o compartilhamento de fotos entre amigos/parentes/colegas e já está sendo amplamente usado por usuários.

Sobre o iOS 10, Cook também destacou alguns reviews bastante positivos e comentou que o sistema operacional já está instalado em 60% dos aparelhos compatíveis (comparativamente, a versão 7 do Android ainda não atingiu nem 1% de mercado).

As novidades do iOS 10.1 também foram comentadas, principalmente o modo Retrato que foi habilitado no app Câmera dos iPhones 7 Plus. Na nova versão do sistema, o Apple Pay também ganhou um novo lar: Japão. Os japoneses também foram agraciados com direções de transporte público nos mapas da Apple, algo que nós brasileiros, já temos acesso.

O Apple Watch Series 2 também participou do evento. Cook recapitulou os reviews positivos referente ao relógio e lembrou que, amanhã, ele será lançado em diversos países, assim como o Apple Watch Nike+ (versão personalizada do relógio em parceria com a Nike).

A Apple TV ganhou o seu espaço na keynote. Cook A comentou que a Aple quer uma experiência tão boa na TV quanto ela oferece em outros dispositivos, e que continua acreditando que “o futuro da TV são apps”. Já são 8.000 apps para o tvOS na App Store da Apple TV, em diversas categorias — desses, 2.000 são jogos. A boa notícia é que um bastante popular chegará até o fim do ano: Minecraft!

Pessoas também adoram assistir, é claro, a séries na Apple TV. São 1.600 apps focados em programas de televisão na App Store da Apple TV. Mas há também outros conteúdos disponíveis como filmes, notícias, esportes, entre muitos outros.

Há também uma nova categoria de apps surgindo, mais social e interativa. Brian Troy, do Twitter, demonstrou uma novidade bacana para o set-top box: um jogo de futebol americano rolando de um lado da tela com tweets (que incluem GIFs, vídeos, transmissões do Periscope, etc.) relacionados numa coluna à direita. É possível também visualizar e votar em enquetes do Twitter por ali, conferindo os resultados em tempo real — um tipo de integração que atualmente a gente já faz, só que com o iPhone na mão.

Uma das novidades para o evento mencionadas nos rumores e que se confirmou foi o lançamento de um app focado na experiência de assistir televisão. O nome dele? TV. Esse app, segundo Cook, vai mudar completamente como nós assistimos à TV na set-top box, no iPhone e no iPad.

O ícone do TV fica logo na primeira posição do tvOS. Sua primeira aba é “Watch Now” (“Assista Agora”), com tudo o que está rolando neste momento. O “Up Next” (“Seguintes”) mostra programas que você não terminou de ver, episódios seguintes aos últimos que você viu, etc. E tudo isso de diferentes fontes. Deslizando para baixo, é possível descobrir novos conteúdos para consumir com base no seu histórico. Tudo vem dos seus apps e, com um toque, começa a ser reproduzido. O app TV integra-se a vários fornecedores de conteúdo (HBO, Hulu, etc.) e leva o usuário diretamente ao conteúdo.

A segunda aba do app TV é “Library” (“Biblioteca”), onde você encontra compras/aluguéis da iTunes Store em um só lugar. Também dá para acessar a iTunes Store pela aba seguinte do app TV, com todo o conteúdo que já estamos acostumados a ter acesso por lá e inclusive sugestões de apps com mais conteúdos. Todo o conteúdo sugerido ao usuário é atualizado em tempo real, à medida que você vai consumindo/escolhendo mais coisas para ver.

A interface e a experiência do app é praticamente a mesma no iPad e no iPhone — de forma totalmente sincronizada com a Apple TV. O app também funciona de forma integrada à Siri — uma pena que ela continua muito limitada, mesmo funcionando no iOS ainda não está disponível em português para brasileiros no tvOS.

Outra categoria importante a se falar é a de conteúdos ao vivo (live). A Apple está aprimorando a Siri para levar o usuário para mais conteúdos que estão passando ao vivo, como notícias da CBS, jogos ao vivo da NFL, etc. (obviamente, por enquanto estamos falando de algo integrado e focado no mercado americano). Dá inclusive para pedir à Siri que liste todos os conteúdos de um determinado tema (como jogos de futebol) na tela, para você escolher o que prefere assistir.

Essas novidades estarão disponíveis para todos os usuários em dezembro (começando pelos EUA).

ver Mac Magazine
#séries de tv
#apple tv
#siri
#acessibilidade