M16, o serviço secreto britânico

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

História

Por André Araújo


T.E.Lawrence, o homem da Arábia

O mais antigo serviço de inteligência do mundo moderno completou 100 anos em 2009 e continua sendo o modelo de todos os serviços similares pelo mundo. Com características e métodos únicos, postura de cavalheiros, excepcional massa crítica intelectual, começou a funcionar quando o Império Britânico dominava um quarto da superfície terrestre e controlava os mares do mundo.

O MI6 (Military Intelligence 6ª Seção) opera exclusivamente no exterior e recrutava especialistas em culturas e línguas estrangeiras, como o acadêmico e especialista em arqueologia Thomas Edward Lawrence, depois mundialmente conhecido como LAWRENCE DA ARABIA, outra scholar e professora de cultura árabe, Gertrude Bell (já fiz aqui dois artigos sobre ela), que era a chefe de Lawrence e desenhou com régua as fronteiras do Oriente Médio. Finalmente saiu no ano passado o filme de Hollywood sobre Gertrude Bell, A RAINHA DO DESERTO, com Nicole Kidman no papel título.

O MI6 começou como uma seção do Comitê Imperial de Defesa e seu objetivo era coletar informações sobre a capacidade bélica da Alemanha. Seu primeiro chefe foi o Capitão de Marinha, Mansfield Cumming, que atravessou a Grande Guerra e chefiou até 1923, sucedido pelo Almirante Hugh Sinclair até 1939. No crítico período da Segunda Guerra, assumiu o General Stewart Menzies, que ficou até 1962, figura lendária sob a qual o maior feito do MI6 se realizou com a quebra do código alemão de transmissão de ordens militares.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif