Tensão entre Chile e Peru pelo apoio à saída ao mar para a Bolívia

Facebook
VKontakte
share_fav

A batalha da Bolívia contra o Chile para conseguir uma saída para o mar está gerando um conflito profundo na região. Para o Chile é um assunto fundamental de defesa da soberania ainda mais em um momento no qual a política chilena e da presidenta, Michelle Bachelet, vivem os níveis mais baixos de aprovação da sociedade. Evo Morales conseguiu o apoio de Ollanta Humala, o presidente peruano, que respaldou em uma cúpula bilateral a reclamação da Bolívia, e Bachelet reagiu duramente: o Governo chileno suspendeu uma reunião bilateral entre Humala e Bachelet prevista, mas ainda não confirmada, para a próxima semana em Paracas (Peru), no marco da Cúpula da Aliança do Pacífico. Bachelet vai participar da cúpula, mas não se reunirá com Humala. No Chile caiu muito mal a notícia desse inesperado apoio, um assunto que está pendente de resolução pelo Tribunal de Haia.

Seguir leyendo.

ver El País