Como fazer o Windows trabalhar melhor em telas de alta resolução

Facebook
VKontakte
share_fav

Telas de alta resolução estão se tornando mais comuns, oferecendo texto suave e imagens de qualidade impressionante. Porém, com a melhoria, também vieram alguns problemas. A imagem resultante pode ser bem grande e nem todos os aplicativos do Windows são projetados para funcionar com a resolução, o que gera uma experiência quase sempre problemática. Saiba como fazer o Windows e outros programas trabalharem melhor em telas e monitores avançados, de alta resolução. Como remover a marca d'agua do Windows 8, 8.1 e 10 Veja dicas de como fazer o Windows trabalhar melhor em telas de alta resolução (Foto: Reprodução/Microsoft) Atualize para o Windows 8.1 Antes de qualquer mudança, se você ainda não estiver usando o Windows 8.1 é preciso atualizar seu sistema para essa versão para poder aproveitar todos os recursos e conseguir fazer o Windows trabalhar melhor em telas de alta resolução. A versão anterior, Windows 8, demanda esse update. A atualização é necessária porque o Windows 8.1 recebeu um suporte muito melhor para as telas, deixando-as com alta resolução de forma mais inteligente. Sistemas operacionais antigos não foram projetados para lidar com DPIs absurdamente altos e, infelizmente, oferecem poucas opções para a ampliar e dimensionar suas interfaces. O lançamento do Windows 10 também vai ajudar. Configure o Windows para dimensionar os elementos de sua interface No Windows 8.1 você tem a opção de escalar tudo ao longo de todo o seu sistema. Isto significa que todos os elementos da interface do sistema podem ser dimensionados por uma certa proporção, incluindo ícones, menus e outros aspectos visuais do software. Confira o passo a passo. Passo 1. Clique com o botão direito do mouse em um área vazia da sua área de trabalho. No menu que aparece, clique na opção “Resolução da tela”; Acessando a opção "Resolução da tela" (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) Passo 2. Na janela “Resolução de tela”, clique na opção ”Ampliar ou reduzir texto e outros itens”; Clicando na opção "Ampliar ou reduzir texto e outros itens" (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) Passo 3. Clique no controle deslizante para obter o dimensionamento que você quer usar; Arrastando o controle deslizante para dimensionar a exibição (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) Passo 4. Se quiser controlar o percentual exato de dimensionamento, clique em “Deixe-me escolher um nível de escala para todos os meus vídeos” e depois em “Opções de dimensionamento personalizado”; Acessando outra forma de dimensionar a interface (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) Passo 5. Na janela que será exibida, clique na seta ao lado do primeiro campo e selecione o percentual que deseja usar. Por fim, clique no botão “OK” para confirmar. Utilizando as opções de dimensionamento personalizado (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) Você também tem a opção de ajustar o tamanho do texto independente de outros elementos de interface do usuário. Isso pode ser útil se o seu único problema real for a legibilidade do texto. Fora essa situação, esse é um recurso que deve ser evitado, pois como e xistem pouco elementos de texto que você pode ajustar (como títulos, menus, ícones e alguns outros), a interface ficará com um texto grande em uma interface pequena, o que acaba parecendo meio estranho e fora de equilíbrio. Desative o dimensionamento para programas que não se ajustam bem O recurso anterior funciona bem para a maioria dos programas, mas existem exceções compostas geralmente por programas antigos, que simplesmente não se ajustam bem a funcionalidade. Neles você verá algum texto distorcido ou gráficos desfocados que detonam o visual do sistema. Para esses casos, o melhor mesmo é não colocá-los no dimensionamento do sistema. Passo 1. Clique com o botão direito do mouse no ícone do programa e, no menu que aparece, clique em “Propriedades”; Acessando as propriedades do atalho do programa (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) Passo 2. Na janela “Propriedades”, clique na aba “Compatibilidade”; Acessando a aba "Compatibilidade" (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) Passo 3. Dentro de “Compatibilidade”, clique na opção “Desativar dimensionamento da exibição em configurações de DPI alto”. Desativando o suporte a dimensionamento no aplicativo (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) Agora seu aplicativo será executado sem qualquer escala em vigor, independente das configurações de todo o sistema. Mas fique atento: ao fazer isso você ganha um novo problema: quando não dimensionado, muitos aplicativos ficam tão pequenos, que são difíceis de usar. Dependendo do programa, no entanto, esse problema pode ser contornado, já que alguns deles oferecem opções de zoom manual para ajustar suas interfaces específicas (muitas vezes controladas, pressionando "Ctrl +" e "Ctrl -" ). Para descobrir se um programa possui esse recurso, dê uma boa olhada nos seus menus e preferências. Se um programa oferece skins personalizadas, tentar encontrar uma pele com botões maiores também ser uma boa solução. Use apps “Metro” O Windows 8 irritou muitos usuários de longa data ao priorizar os conhecidos apps “Metro” (renomeados de “ Modern “, ou simplesmente Windows 8 apps), em detrimento aos do desktop tradicional. Mas, para quem quer aproveitar melhor telas de alto DPI, esses programas podem ser uma boa opção. Concebidos com as tecnologias e telas mais recentes (para não mencionar os botões grandes), eles funcionam muito bem com telas de alta resolução. Assim, dependendo da aplicação que você está tentando usar, se existir uma versão “Modern”, ao usá-la você poderá aproveitar melhor sua tela do que utilizando a versão desktop. Reduza a resolução da tela Quando tudo mais falhar, você pode simplesmente diminuir a resolução da tela para que o apps que estão com um dimensionamento ruim fiquem mais utilizáveis. Passo 1. Clique com o botão direito do mouse em um área vazia da sua área de trabalho e no menu que aparece clique na opção “Resolução da tela”; Acessando a opção "Resolução da tela" (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) Passo 2. Clique na seta ao lado do campo “Resolução” e selecione a resolução desejada na lista suspensa. Mudando a resolução da tela no Windows (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) Teste cada uma das resoluções e veja qual deixará seus aplicativos problemáticos, mais confortáveis de visualizar. Com essa opção você não terá a mesma tela, mas felizmente seu programa poderá ser usado sem mais problemas. De resto, você será capaz de voltar a usar a resolução maior quando os desenvolvedores do programa liberarem uma versão com suporte a resoluções mais altas. Pronto! Com todas essas dicas, agora você pode aproveitar melhor todo o potencial de suas telas e programas. Qual o melhor Windows de todos os tempos? Comente no Fórum do TechTudo. saiba mais Como deixar o Windows 10 mais rápido em computadores antigos Como configurar um aplicativo padrão para e-mail e web no Windows 10 Windows 10 terá update grátis por um ano; mas e depois? Entenda tudo

ver TechTudo