Corinthians já sofreu nas mãos de Amarilla até com Grondona contratado

Facebook
VKontakte
share_fav

Agora irritado com os indícios da participação de Julio Grondona em sua eliminação na Copa Libertadores de 2013, o Corinthians já teve em sua lista de empregados um filho do poderoso dirigente argentino. Em 2006, justamente na tentativa de se beneficiar do conhecimento dos meandros da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), o clube apelou – sem sucesso – a Humberto Grondona. Como se repetiria sete anos mais tarde, a campanha no torneio continental foi encerrada com papel decisivo do juiz Carlos Amarilla.

ver Gazeta Esportiva - Seleção brasileira