Procuradoria denuncia sete ex-agentes por morte de Manoel Fiel na ditadura

Facebook
VKontakte
share_fav

O Ministério Público Federal de São Paulo apresentou, nesta quarta-feira (24), denúncia contra sete ex-agentes do DOI (Destacamento de Operações de Informações do Exército) pelo assassinato do metalúrgico Manoel Fiel Filho, durante a ditadura, em 1976. O caso é um dos mais emblemáticos do regime militar no Brasil. A vítima foi morta por estrangulamento, pouco depois de ser preso e torturado, em janeiro daquele ano. Leia mais (06/24/2015 - 19h39)

ver Folha - Poder